Alemães e Austríacos no PR

ABECK, Helmuth. A colaboração germânica no Paraná nos últimos 50 anos (1929-1979. [Curitiba]: CRM, [1980].

ALMEIDA, Ana Maria Chiarotti de. A morada do vale: sociabilidade e representações; um estudo sobre as famílias pioneiras do Heimtal. Londrina: Ed. UEL, 1997.

ATHAIDES, Rafael. O partido nazista no Paraná– 1933-1942. Maringá: Eduem, 2011.

AULICH, Werner. O Paraná e os alemães: estudo caracterológico sobre os imigrantes germânicos. Curitiba: Grupo Étnico Germânico do Paraná, 1953.

Bideau, Alain; Nadalin, Sergio Odilon. Étude de la fécondité d”une communauté évangélique luthérienne à Curitiba. (Brésil) de 1866 à 1939. POPULATION.  Paris. n. 6. 1988. p 1035-1064.

Bideau Alain, Nadalin Sergio Odilon. Processos demográficos e fecundidade: notas preliminares para um estudo comparado (1866-1939). Anais do VIII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, vol. 1, São Paulo. 2012. p. 265-272.

BORSTEL, Clarice Nadir Von. Aspectos do bilinguismo: alemão/português em Marechal Candido Rondon-Parana-Brasil. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Comunicação e Expressão. Florianópolis, 1992.

COLATUSSO, Denise Eurich. Imigrantes alemães na hierarquia de status da sociedade luso-brasileira (Curitiba, 1869 a 1889). Dissertação (mestrado)- Universidade Federal do Paraná, Programa de Pós-Graduação em História. Curitiba, 2004. Disponível em: http://hdl.handle.net/1884/2301.

DESTEFANI, Cid Deren. A cruz do alemão. Curitiba: Gazeta do Povo, 1993.

DÜCK, Elvine Siemens. Witmarsum, uma comunidade trilíngüe: plautdietsch, hochdeutsch e português. Dissertação de Mestrado em Estudos Lingüísticos. Universidade Federal do Paraná. 2005. [colônia fundada no Paraná – imigrantes menonitas-alemães]

EIDAM, Rodrigo. O processo pedagógico e a formação do imigrante alemão nas colônias de Bom Jardim do Sul e Witmarsum (Paraná). Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade Estadual de Ponta Grossa. 2009.

FUGMANN, Wilhelm. Os alemães no Paraná. Ponta Grossa: UEPG, 2008. [FUGMANN, Wilhelm. Die deutschen in Paraná. Curytiba: Palacio Avenida, 1929.]

GOMES, Iria Zanoni. 1957: a revolta dos posseiros: Organização e resistência no sudoeste do Paraná. Dissertação (mestrado) – Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras, Ciências Humanas. São Paulo, 1986.

GLOWATZKY, Cristiano. Da colonização a germanização: uma análise da produção historiográfica de Marechal Cândido Rondon. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Licenciatura em História) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná. 2010.

KAMIMURA, Emanuelle Enid Porpilho. Roca: Rolândia cidade alemã. Monografia. Universidade Estadual de Londrina. Londrina, 2007.

MACHADO, Cacilda da Silva. A Família e o Impacto da Imigração (Curitiba, 1854-1991). Revista Brasileira de História. v. 17. n. 34, São Paulo, 1997. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01881997000200004&lang=pt

MACHADO, Cacilda da Silva. De uma família imigrante: sociabilidades e laços de parentesco (Curitiba: 1854-1991). Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Paraná. Programa de Pós-Graduação em História. Curitiba, 1994. Disponível em: http://hdl.handle.net/1884/24604

MAGALHAES, Marion Brepohl de. Pangermanismo e Nazismo: A Trajetória Alemã Rumo Ao Brasil. CAMPINAS: Editora da UNICAMP, 1998.

MOREIRA, Claudia Regina Baukat Silveira. Paróquia Sul de Curitiba, sua gente, sua identidade: descendentes de alemães, luteranos e migrantes. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Paraná, Programa de Pós-Graduação em História. Curitiba, 2000. Disponível em: http://hdl.handle.net/1884/24675.

MÜLLER, Estevão. Peregrinos à procura da liberdade: odisséia da imigração alemã no Paraná. Curitiba: Champagnat, 2005.

NADALIN, Sergio Odilon. Une paroisse d’origine germanique au Brèsil: la Communauté Evangélique Lutheriénne à Curitiba entre 1866 et 1969, Tese de Doutoramento, Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França, 1978.

NADALIN, Sergio Odilon. Imigrantes de origem germânica no Brasil: ciclos matrimoniais e etnicidade. 2. ed. Curitiba: Aos Quatro Ventos, 2001.

NADALIN, Sergio Odilon. João, Hans, Johann, Johannes: dialética dos nomes de batismo numa comunidade imigrante. História Unisinos, São Leopoldo, v.11, n.1, p. 14-27, jan. 2007.

NADALIN, Sergio Odilon. Construindo alteridades: a trajetória de vida de um jovem imigrante no Brasil (Curitiba, segunda metade do século XIX). História: Questões & Debates, Curitiba, n. 51, p. 181-208, Editora UFPR, jul./dez. 2009. Disponível em: http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/historia/article/view/19988/13174

NADALIN, Sérgio Odilon, FABRIS, Pamela. A comunidade alemã em Curitiba e a conjuntura da Primeira Grande Guerra. Revista de História Regional, v. 18, n. 1. 2013. p. 7-30.

NEGRÃO, Regis Ferreira. Imigração alemã e educação católica na Curitiba de finais do século XIX e início do XX. Dissertação de Mestrado em Educação. Universidade São Francisco. 2008.

OBERDIEK, Hermann Iark. A imigração judaico-alemã no norte do Paraná: o caso de Rolândia. Dissertação (mestrado). Universidade Estadual de São Paulo. Assis, 1989.

OBERDIEK, Hermann Iark. Fugindo da morte: imigração de judeus alemães para Rolândia-PR, na década de 1930. Londrina: Ed. Da UEL, 1997.

PEREIRA, Márcio José. Politizando o cotidiano: repressão aos alemães em Curitiba durante a Segunda Guerra Mundial. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Estadual de Maringá. 2010.

OLIVEIRA, Márcio de. A cidade de Curitiba e os imigrantes alemães durante a Primeira Guerra Mundial, uma análise da imprense local. Cadernos Ceru (USP), v. 23, p. 175-202, 2012.

PASSOS, Hilary Grahl. Os alemães na terra da promissão: a saga da taça e do livro. Curitiba: Ímã Publicidade, 1996.

PINTO, Divinamir de Oliveira; FOOHS, Maria da Gloria; PORTES, Marli Uhlmann. 175 anos da imigração alemã para Rio Negro: os pioneiros no Paraná. Rio Negro: [UnC: CPFC], 2007.

POPOLIN, Cássia Maria. Da Áustria ao Paraná: a trajetória imagética de Hans Kopp, primeiro fotógrafo de Rolândia (PR). Mestrado em Comunicação Visual. Universidade Estadual de Londrina, 2010.

QUEIRÓS, Ilse Lorena Von Borstel Galvão de. Perspectivas Históricas da 11ª Oktoberfest com a Vida dos Teuto-rondonenses: relações e interesses culturais, sociais e políticos. Tempos Históricos– M. C. Rondon, v.4, n.1, p.89-110. Cascavel: EDUNIOESTE, 2002.

RANZI, Serlei Maria Fischer. Alemães católicos de Curitiba: aspectos sociodemográficos (1850-1919). Dissertação (mestrado)- Universidade Federal do Paraná. Programa de Pós-Graduação em História. Curitiba, 1983.

RANZI, Serlei Maria Fischer. Alemães católicos: um estudo comparativo de famílias em Curitiba (1850-1919). Tese (doutorado) – Universidade Federal do Paraná. Programa de Pós-Graduação em História. Curitiba, 1996. Disponível em: http://hdl.handle.net/1884/24635.

REINHARDT, Juliana Cristina. Dize-me o que comes e te direi quem és: alemães, comida e identidade. Tese (doutorado) – Universidade Federal do Paraná, Programa de Pós-Graduação em História. Curitiba, 2007. Disponível em: http://hdl.handle.net/1884/15966.

RENK, Valquiria Elita. A educação dos imigrantes alemães católicos em Curitiba. Curitiba: Champagnat, 2004.

REWAY, Taciana. Etnia, folcore e cultura: um estudo sobre o Centro Espanhol do Paraná e Grupo Germânico Heimat. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) – Universidade Federal do Paraná. 2013.

RIESEMBERG, Alvir. Nhá Marica: um estudo de aculturação. Curitiba: M. Roesner, 1969.

ROSA, Eliane Kreutz. Fatores de manutenção e regressão da língua e cultura alemãs no município de MISSAL – Paraná. Mestrado em Letras – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE, 2011.

SCHMIDT. Róbi Jair. Aspectos da Constituição do Mito Político: Willy Barth e o Oeste do Paraná. Tempos Históricos. M. C. Rondon, v.4, n.1, p.33-60. Cascavel: EDUNIOESTE, 2002.

SCHNEIDER, Claércio Ivan. “Nós e os outros”: aspectos da formação de um consenso de comunidade (Oeste do Paraná, 1946-1960). História: questões & debates (online), Curitiba, PR, v. 34, p. 225-259, 2001. Disponível em: http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/historia/article/view/2666/2203

SIEMENS, João Udo. Os prenomes dos descendentes de alemães em Curitiba. Tese (doutorado). Universidade de São Paulo. Programa de Pós-Graduação em História. São Paulo, 1992.

SOUZA, Regina Maria Schimmelpfeng de. A estrada do poente: escola alemã/Colégio Progresso (Curitiba 1930 – 1942). 2002. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Paraná. Programa de Pós-Graduação em História. Curitiba, 2002. Disponível em: http://hdl.handle.net/1884/8017

SOUZA, Regina Maria Schimmelpfeng de. Deutsche Schule, a escola alemã de Curitiba: um olhar histórico (1884-1917). Tese (doutorado)- Universidade Federal do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Educação. Curitiba, 2006. Disponível em: http://hdl.handle.net/1884/7924

STEIN, Marcos Nestor. A construção do discurso da germanidade em Marechal Cândido Rondon (1946-1996). Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Florianópolis, 2000.

STEIN, Marcos Nestor. Imigração alemã e repressão policial: a ação do DOPS em Marechal Cândido Rondon. Esboços- Revista do Programa de Pós-Graduação em História da UFSC. v.10, n.10, p.53-62. Florianópolis, 2002.                                     Disponível em: http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/esbocos/article/view/387/9851

STEIN, Marcos Nestor. O Oitavo Dia: produção de sentidos identitários na Colônia Entre Rios – PR (segunda metade do século XX). Tese (Doutorado). Universidade Federal de Santa Catarina, 2008. Disponível em: http://www.tede.ufsc.br/teses/PHST0310-T.pdf.

WEISER, Elizabeth. Povoamento e migração alemã no Oeste do Paraná: a migração alemã no município de Tupãssi entre as décadas de 1950 e 1960. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em PDE) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná. 2008.

WOORTMANN, E. Herdeiros, parentes e compadres: Colonos do Sul e sitiantes do Nordeste. São Paulo: Hucitec: Edunb, 1995.