Início » Blog da BC » Pesquisa científica » 3 motivos para fazer fichamento de livros e de artigos

3 motivos para fazer fichamento de livros e de artigos

O fichamento, resumo ou anotação de partes importantes de um texto ou artigo em fichas de leitura, facilita e muito a vida acadêmica. No entanto, subestimamos a sua importância e, infelizmente, só percebemos isso no momento em que mais precisamos: ao estudar para uma prova, ao escrever um artigo para publicação ou mesmo ao fazer um trabalho.

 

“Nos dois últimos meses tive que escrever e entregar os trabalhos finais das disciplinas do mestrado e, na hora de escrever os textos, percebi consternada que não tinha feito fichamento de alguns livros. Por causa disso, perdi um tempo precioso ao ter que reler praticamente todos os livros para encontrar os pontos mais importantes para o trabalho.

Com base na minha própria experiência, vou apresentar 3 motivos para fazê-los o quanto antes.”

1. Eficiência

O fichamento de um livro serve para futuras consultas e, por apresentar as informações mais relevantes, você não precisará recorrer novamente ao livro ou texto, aumentando assim sua eficiência e produtividade. Além disso, o fichamento ajuda a fixar melhor o conteúdo lido, no caso de uma prova, e auxilia a compreensão dos principais temas abordados no livro, facilitando a escrita de um texto.

2. Tempo

Para quem tem pouco tempo para se dedicar aos estudos, a rapidez e a prontidão das informações são facilitadores na vida acadêmica. Se você tiver o fichamento com antecedência, não precisará perder tempo procurando em que página do livro está a citação a ser utilizada ou buscando o nome do texto e do autor na hora de apresentar as referências bibliográficas.

3. Organização

Para ser bem-sucedido ao escrever um trabalho, um artigo ou ainda para estudar, é fundamental organização com o material de estudos. Portanto, ao guardá-lo num lugar de fácil acesso, você encontrará o que precisa prontamente sem precisar revirar a casa do avesso e, o melhor, sem precisar se estressar desnecessariamente.

Texto de Penelope Salles para Blog Pós Graduando