Como identificar obras raras no acervo da biblioteca

A fim de iniciar a identificação de obras raras / preciosas / históricas no acervo da biblioteca, é conveniente estabelecer alguns critérios básicos para facilitar a seleção. O curador ou gestor do acervo é quem pode avaliar a coleção e estabelecer os critérios mais adequados.

1 Pode-se iniciar estabelecendo uma data de publicação a partir da qual serão definidas as obras que serão analisadas com mais cuidado. Sugiro que sejam identificadas obras publicadas até inicio do século XX (1920), ou uma data que seja importante para a área da Biblioteca (Química/Biologia/Geologia, etc.). Esta informação pode ser obtida em livros de história da Ciência.

GSD_0886_GustavoDiehl_BrutaWeb2 Fazer um levantamento bibliográfico em fontes especializadas e identificar as obras mais importantes publicadas na área. Localizar no catálogo o que existe na Biblioteca.

3 Avaliar os exemplares disponíveis no acervo: encadernação especial/exemplar numerado/exemplar autografado/exemplar com ex-libris. Atenção para livros com dedicatórias de professores eméritos, doações de personalidades importantes para a Unidade, anotados por ex-professores. Estes podem não ser raros, mas são a memória da biblioteca ou da Faculdade, e podem formar uma coleção histórica.

GSD_0860_GustavoDiehl_BrutaWebDSCF4854

Fonte: Ana Lucia Rüdiger, Departamento de Obras Raras a Biblioteca Central (junho de 2015).