Calendário de Defesas e Seminários

RENATA BASSO CUPERTINO - PPGBM
Defesa de Tese - Doutorado
 
Data: Segunda-feira, 16 de Dezembro de 2019 (14:00 - 23:59)
 

RENATA BASSO CUPERTINO
Genética eneuroimagem no TDAH e fenótipos relacionados

Orientador: Dr. Claiton Henrique Dotto Bau

Coorientadora: Dra. Bárbara Franke

Banca Examinadora:  Dra. Luciana Tovo Rodrigues (UFPel), Dr. Arthur Caye (HCPA) e Dra. Laura Bannach Jardim (PPGBM/UFRGS)

16 de dezembro de 2019 (segunda-feira)

14h

Anfiteatro do Departamento de Genética, Prédio 43312, Campus do Vale/UFRGS

Resumo: O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) é altamente prevalente e leva a prejuízos em diversos domínios. Compreender mais sobre sua etiologia pode romper estigmas que o acompanham e fornecer novas perspectivas para o tratamento. Avanços genéticos recentes têm contribuído substancialmente para isso, embora a maioria dos fatores genéticos envolvidos permaneça desconhecida. Endofenótipos, como aspectos de neuroimagem, constituem em uma estratégia promissora na compreensão da fisiopatologia e da arquitetura genética de transtornos psiquiátricos. Nesse sentido, a presente Tese busca compreender aspectos de neuroimagem e genética do TDAH na vida adulta através de métodos estruturais de ressonância magnética utilizando desde métodos clássicos, abordagens data-driven e técnicas de difusão (conectividade estrutural). Além disso, a Tese explora variantes genéticas envolvidas no TDAH e outros fenótipos relacionados por meio de abordagens single-SNP e gene-wide além de escores de risco poligênico. A Tese inclui ainda dados clínicos de estudo de seguimento em TDAH em adultos, procurando relacionar diferentes desfechos a bases biológicas. O conjunto geral de resultados contribui na compreensão da neurobiologia do TDAH, demonstrando associações entre regiões fronto-estriatais e tratos de substância branca e o TDAH em duas amostras independentes. Além disso, utilizando abordagens mais clássicas, estendemos para adultos associações já robustamente demonstradas em crianças entre o TDAH e volumes subcorticais e áreas corticais. A presente Tese também mostra em uma abordagem gene-wide a associação de uma variante do gene da Synaptotagmina com a integridade estrutural da substância branca, além da associação de uma variante específica com o Transtorno por Uso de Crack. Dada a alta complexidade do fenótipo TDAH, a presente Tese é parte do início dos esforços científicos no sentido de uma avaliação integrada das bases genéticas e neurobiológicas do transtorno.

Local  Anfiteatro do Departamento de Genética, Prédio 43312, Campus do Vale/UFRGS
Contato: PPGBM - Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43312 M - Telefone: (51)3308-6722 / E-mail:
 
por Tamara Moch