Em dois artigos recentes publicados nos periódicos Perspectives in Ecology and Conservation (Fernandes et al. 2017) e BioScience (Overbeck et al. 2017), pesquisadores brasileiros, incluindo da UFRGS, alertam que os atuais cortes na área de Ciência e Tecnologia terão consequências severas para a conservação da biodiversidade, com impacto global. O Brasil é o país mais biodiverso do mundo e tem uma enorme responsabilidade para a manutenção dessa biodiversidade. No entanto, as lacunas de conhecimento ainda são imensas, e os cortes no orçamento do governo federal prejudicam a continuidade de atividades de pesquisa que visam o conhecimento da biodiversidade e da sua importância, inclusive sobre os benefícios da biodiversidade para as sociedades humanas. No cenário atual, já com graves retrocessos na área ambiental, a redução no orçamento federal na área de Ciência e Tecnologia terá consequências fortes para a conservação da biodiversidade, bem como para a capacidade do país em desenvolver estratégias de manejo sustentável da biodiversidade e para a adaptação às mudanças climáticas. Mesmo numa situação econômica crítica, a pesquisa e a conservação da biodiversidade são de alta relevância para o futuro do país, como também são educação e saúde, e não deveriam sofrer cortes da magnitude dos que têm acontecido ultimamente. Retrocessos nessas áreas afetarão não só a biodiversidade, mas também a qualidade de vida das futuras gerações. 

A UFRGS é instituição sede da Rede PPBio Campos Sulinos, uma das redes do Programa de Pesquisa de Biodiversidade do MCTIC, coordenado pelo Prof. Gerhard Overbeck, do Departamento de Botânica, e da Rede Campos Sulinos, coordenada pelo Prof. Valério De Patta Pillar, do Departamento de Ecologia, que reúne mais de 30 pesquisadores de várias instituições de pesquisa da região Sul. Nos últimos anos, o grupo tem desenvolvido vários projetos sobre a biodiversidade e a importância ecológica dos Campos Sulinos, e também demonstrado a importância da atividade pecuária para a manutenção dos campos nativos, com publicações em periódicos científicos e em diversos livros. O livro ‘Campos do Sul’, que mostra numa linguagem dirigida a não especialistas os resultados das pesquisas da Rede Campos Sulinos, pode ser acessado pelo link http://ecoqua.ecologia.ufrgs.br/arquivos/livros/Campos_do_Sul.pdf.

Acesso aos artigos mencionados acima:

Fernandes et al. 2017. Dismantling Brazil’s Science Threatens Global Biodiversity Heritage. Perspectives in Ecology and Conservation 15 (3): 239-243.
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2530064417300809?via%3Dihub.

Overbeck et al. 2017. Global Biodiversity Threatened by Science Budget Cuts in Brazil. BioScience, online first.
https://academic.oup.com/bioscience/article/doi/10.1093/biosci/bix130/4601760?guestAccessKey=b02d78ff-5acd-4d46-970c-41d35b46d3d7

Campos do Sul