Definição de Bioética - Kennedy Institute of Ethics 1970

O médico André Hellegers (1926-1979) propôs, em um jantar com a família Kennedy, em 1970, a criação de um instituto de pesquisa voltado às questões éticas associadas à reprodução humana. Foi dada uma doação para viabilizar esta ideia. Desta forma, foi criado o Joseph and Rose Kennedy Institute for Human Reproduction and Bioethics, vinculado a Universidade Georgetown, em Washington DC, nos Estados Unidos. Posteriormente, esta instituição teve a sua denominação alterada para Kennedy Institute of Ethics.

A denominação "Bioética" utilizada no primeiro nome dado ao Instituto foi proposta por
Sargeant Shriver, que era casado com uma das filhas de Rose Kennedy, Eunice Kennedy Shriver. Todos estavam presentes nesta ocasião.

Em um relato, contido em anotações pessoais de Sargeant Shriver, estava descrito como que se chegou a utilização da palavra Bioética:

"Devido a necessidade de unir a Biologia com a Ética, eu pensei em “Bioética”. E as pessoas na sala lançaram-na no nome do Instituto. Nossa ideia de que estávamos iniciando um instituto de ética em relação esta nova ciência, com uma ênfase primária na Biologia com Ética… Eu tenho plena compreensão de que fui eu quem propus a palavra. Mas eu não acho que foi um golpe de gênio. Foi tão fácil chegar à palavra Bioética, como o tombar de um tronco de árvore."


Textos, resumos e definições - conceitos fundamentais
Página de Abertura - Bioética

©Goldim/2016