Modelo Coerentista 

Autores básicos

John Arras (Universidade de Nova Iorque/EEUU)
Obra de referência
Arras J. Getting down the cases: the moral revival of casuistry in Bioethics. Journal of Medicine and Philosophy 1991;16:29-51.
Referência histórica
Principialismo e Casuística.
Proposta básica
Este modelo propõe a utilização conjunta dos modelos baseados em princípios e em casos. É uma proposta de integração entre os métodos dedutivos e indutivos, que surgiu na aplicação prática da Bioética. Neste modelo não há uma prioridade entre as duas abordagens que se integram, por esta característica que  Tom Beauchamp e James Childress (Principles of biomedical ethics. New York: Oxford, 1994:20) propuseram a denominação de Coerentismo .

John Rawls (A theory of justice. Cambridge: HUP, 1971) propos a utilização de um equilíbrio reflexo na abordagem de situação reais, onde tanto os princípios quanto casos paradigmáticos pregressos deveriam ser utilizados no raciocínio sobre a sua possível justificação ou solução.

É uma proposta individualista.

Crítica
A maior crítica a esta proposta tem sido a de que não se trataria de fato de um modelo mas sim de uma abordagem eclética para casos reais.


Modelos explicativos utilizados em Bioética
Textos - Conceitos Fundamentais
Página de Abertura - Bioética

Texto incluído em 06/02/1999 e atualizado em 13/02/1999
(C)Goldim/1997-1999