Cipedya lança Biblioteca Digital Aberta

Compartilhe
No Cipedya, usuários podem disponibilizar gratuitamente documentos digitais em 5.126 áreas do conhecimento e criar sua própria biblioteca digital.
Criar um portal onde professores, acadêmicos, pesquisadores e usuários em geral possam disponibilizar à comunidade, de forma simples e organizada, qualquer documento digital, sejam textos de todos os tipos (artigos, teses, monografias, apostilas etc), apresentações ou planilhas. Este foi o objetivo que levou à criação do Cipedya (www.cipedya.com).
O Cipedya é uma biblioteca colaborativa de documentos digitais, de uso gratuito, associada a uma interface de busca similar aos mecanismos de busca tradicionais.
No Cipedya, professores podem criar uma biblioteca para disponibilizar aos estudantes documentos de um curso, incluindo resumos, apostilas, apresentações ou qualquer outro documento em formato digital. Acadêmicos e pesquisadores podem disponibilizar suas publicações mais recentes numa biblioteca particular, do departamento, do grupo de pesquisa ou da própria instituição.
Além disso, palestrantes podem disponibilizar para os participantes de um evento suas apresentações. E autores, escritores e artistas podem disponibilizar suas criações numa biblioteca particular.
No Cipedya os documentos são classificados em até 5.126 áreas de especialização, que estão agrupadas em 697 sub-áreas do conhecimento e 97 áreas do conhecimento. A Classificação Cipedya foi desenvolvida a partir da tabela de áreas do conhecimento utilizada pelas principais universidades e institutos de pesquisa do Brasil, desenvolvida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq.
O acervo inicial do Cipedya inclui toda a coleção de Textos para Discussão publicados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA. O IPEA é um dos principais centros de estudos e pesquisas na área econômica e de políticas públicas do Brasil. A coleção compreende todos os TDs publicados pelo IPEA desde 1976.
O Cipedya se alinha a iniciativas como Movimento Acesso Aberto (Open Acces Iniciative) e Creative Commons, entre outros grupos que defendem uma mudança nos paradigmas tradicionais de difusão do conhecimento nas artes e nas ciências na era digital. O Cipedya também compartilha dos princípios e práticas do que convencionou-se chamar Web 2.0, especialmente no que se refere ao aproveitamento da inteligência coletiva e a visualização da web como plataforma.
Saiba mais sobre o cipedya.
Brasília, 20 de junho de 2007
22 de junho de 2007

Publicado por Gabriela Marchioro