Google da mais um passo para a biblioteca digital.

Compartilhe
A Universidade da Califórnia tem mais de 100 livrarias espalhadas por suas dez unidades. A própria instituição classifica sua coleção de livros acadêmicos e de pesquisa como a maior do mundo. “Isto significa ainda mais acesso aos grandes trabalhos de áreas como história e cultura”, informou a direção do Google, em comunicado.
O acesso a livros com direitos registrados ficará limitado ao título, ao autor e a umas poucas linhas de texto, vinculadas à busca e de onde o produto poderá ser comprado ou tomado emprestado, explicou o Google. Entre outras instituições que já fecharam parcerias com o site de buscas estão as universidades de Harvard e Stanford e a Livraria do Congresso dos Estados Unidos . O projeto Google Book Search causa enorme polêmica desde que foi anunciado. Editoras e escritores temem as perdas com direitos autorais e relutam em ceder suas obras.
O Google argumenta que, pelo contrário, o projeto vai ajudar a vender mais livros, já que mostra apenas cinco páginas por busca: a mais relevantes, as duas anteriores e as duas posteriores.
Nos EUA, o projeto foi combinado com serviços que mostram as livrarias maispróximas do internauta.
17 de agosto de 2006

Publicado por Gabriela Marchioro