Março das Mulheres na UFRGS

Compartilhe

Neste mês, a UFRGS promove 22 ações de reflexão e debate em busca da Igualdade de Gênero.

Compreender a discriminação de gênero é fundamental para que a sociedade trace metas de enfrentamento. Durante o mês da mulher, a UFRGS promove 22 dias de atividades de reflexão e debate em busca da igualdade de gênero.

A abertura do Março das Mulheres será realizada nesta segunda-feira, dia 2, a partir das 17 horas, no Saguão da Reitoria. Ana de Carli fará um recital focado em canções de mulher do século XVI ao XX.

Nos dias 3, 4, 5 e 6 a programação segue das 17 às 18h30 no Pes.to Café do Centro Cultural da UFRGS.

Na terça-feira, a bibliotecária e diretora do Sistema de Bibliotecas da UFRGS, Leticia Strehl abordará o tema “Mulheres, literatura e libertação: por que ler Simone de Beauvoir?” IMPERDÍVEL!

Leticia Strehl na Biblioteca Central

Além da participação de Leticia, com a fala sobre a importância de ler autoras mulheres, durante todo o mês de março, a vitrine em frente da Biblioteca Central estará expondo obras de autoria feminina selecionadas do acervo da Biblioteca Central. Há ainda, em tiragem limitadíssima, 50 marcadores de livros elaborados pela equipe da BC exclusivamente para o Março das Mulheres. Venha pegar o seu!

Para o Março das Mulheres, serão cinco semanas de atividades programadas em consonância com a busca da Igualdade de Gênero (ODS5), um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pelas Nações Unidas. Andrea Loguercio, coordenadora do Escritório de Sustentabilidade, diz que as atividades do mês da mulher estão afinadas com as propostas de sustentabilidade das políticas institucionais da UFRGS. “Sustentabilidade é um conceito amplamente utilizado e envolve temas voltados ao desenvolvimento e à inovação. O conceito atual está alicerçado no tripé crescimento econômico, desenvolvimento social e proteção ambiental”.

A promoção do Março das Mulheres na UFRGS é do Escritório de Sustentabilidade em parceria com o Centro Cultural.

Confira a programação completa logo abaixo e na página do evento:

De 2 a 6 de março, das 17 às 18h30, no Pes.to Café do Centro Cultural da UFRGS.

Dia 2 –  Abertura e recital com Ana de Carli, Cantos líricos: canção de mulher do século XVI ao XX

Cantora, compositora e produtora vocal, a mezzo-soprano Ana Carla De Carli dedicou seu recital de formatura à obra de mulheres compositoras. Através de pesquisa na UFRGS, foram redescobertas e apresentadas canções de artistas que permanecem suprimidas dos programas acadêmicos e orquestrais.

Dia 3 –  Mulheres, literatura e libertação: por que ler Simone de Beauvoir?, com Leticia Strehl

Bibliotecária, mestra em Comunicação e Informação e doutora em Educação em Ciências pela UFRGS, Leticia atua há mais de 20 anos no Sistema de Bibliotecas da UFRGS. Atualmente, é diretora da Biblioteca Central, coordenando as 32 bibliotecas do Sistema.

Dia 4 –  A naturalização da menstruação, com Raíssa Kist

Estudante de graduação da Engenharia Química da UFRGS, fundadora da HERSELF. A empresa produz calcinhas menstruais, priorizando a produção local e sustentável, além de incentivar as mulheres a se relacionarem melhor com o seu corpo e com a menstruação.

Dia 5 –  Economia Feminista, com Daniela Kuhn e Janice Dornelles de Castro

Daniela é economista, professora e coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas em Interculturalidade e Economias do Sul (GEPIES). Interessada nos temas da Economia Feminista e suas possibilidades de compreensão/contestação do processo contemporâneo de reprodução social. Janice é economista, professora e criou em 2016 a disciplina de Economia Feminista na Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS, com objetivo de observar a legislação brasileira que prevê a realização de ações para superação das desigualdades de gênero.

Dia 6 –  Mulher empreendedora como estilo de vida, com Ana Beatriz Michels

Mulher, empreendedora e apaixonada por educação empreendedora e inovação pedagógica, Ana Beatriz coordena o Programa de Empreendedorismo da UFRGS. O principal objetivo do programa é desafiar estudantes, docentes e a comunidade a desenvolver o potencial empreendedor e inovador, com foco na transformação de ideias/pesquisas em negócios.

Serviço

O quê: Março das Mulheres na UFRGS

Data: de 2 a 31 de março

Horário: das 17 às 18h30

Local: no Pes.to Café do Centro Cultural da UFRGS. *Apenas a programação do dia 2 será no Saguão da Reitoria.

Informações: https://www.ufrgs.br/sustentabilidade/

Leia mais sobre o assunto na reportagem Igualdade de gênero: 22 dias de atividades marcarão o mês da mulher na UFRGS.

2 de março de 2020

Publicado por Zuleika Branco