No Rio, as atividades da Biblioteca do Congresso dos EUA.

Compartilhe
A americana Debra McKern (na foto de Mônica Imbuzeiro) é a responsável, desde o início deste ano, pelo escritório brasileiro da Biblioteca do Congresso, que funciona discretamente há meia década no no prédio do Consulado dos EUA no Rio, na Rua México.
Recentemente, Debra abriu as portas desta seção da grande Biblioteca — uma das cinco no mundo fora dos EUA — para apresentar a professores e pesquisadores o seu trabalho. Seu objetivo é aumentar o intercâmbio com os brasileiros.
Nesta entrevista, conta como funciona o serviço no Rio. Uma curiosidade: aqui do Rio, Debra continua a usar a biblioteca perto de onde morava nos EUA – não a do Congresso -, mas a biblioteca do seu bairro. Através do site dessa biblioteca, consegue acessá-la para fazer o download de audiobooks, por exemplo. Diferentemente do sistema brasileiro, nos EUA as bibliotecas locais recebem seus recursos principalmente das localidades: em orçamentos participativos, os moradores decidem o quanto querem destinar em impostos às bibliotecas, que compram os livros do seu acervo sem intermediários. Dessa forma, as bibliotecas precisam ser sempre atraentes para que continuem a obter recursos dos cidadãos.
Leia a entrevista completa em:
30 de outubro de 2008

Publicado por Gabriela Marchioro