Pesquisa brasileira: desempenho e tendências

Compartilhe


O Web of Science Group, segmento da Clarivate Analytics, disponibilizou o relatório A Pesquisa no Brasil: Promovendo a Excelência, que fornece uma análise da pesquisa científica brasileira em um contexto global. O documento contempla trabalhos publicados entre 2013 e 2018, destacando a importância das colaborações internacionais e da indústria no impacto e na visibilidade da pesquisa nacional.

Os dados apontam que o Brasil mantém a 13ª posição no mundo em termos de produção de artigos e revisões de pesquisa (com base no conteúdo indexado na plataforma Web of Science), logo atrás da Índia (10º) e da Coreia do Sul (12º), porém à frente da Rússia (15º) e da África do Sul (21º) – países que compõem o BRICS ao lado do Brasil.

Somente em 2018, pesquisadores brasileiros publicaram mais de 50 mil artigos. O crescimento da produção em 2018 é 30% superior aos anos anteriores observados, além de ser o dobro da média global. O relatório indica ainda que existem bolsões de excelência em termos de impacto de citação nas áreas de Ciências da Vida, Física e Engenharias.

Outra informação apresentada é sobre a colaboração internacional. Entre 2013 e 2018, a comunidade científica brasileira colaborou com pesquisadores de 205 países. Aproximadamente um terço dos cientistas brasileiros são coautores de trabalhos internacionais.

A colaboração industrial também tem destaque. De acordo com o levantamento, as estratégias para promover ações conjuntas com a atividade industrial já apresentam resultados referentes ao número de artigos publicados: 81% das publicações articuladas nessa esfera no período de 2015 a 2017 são de colaborações entre universidades públicas e a indústria.

As universidades públicas, por sua vez, são a principal fonte de publicações de pesquisa no Brasil, segundo a análise. As 15 universidades mais ativas em produção científica são responsáveis por mais de 60% da pesquisa no país. São elas:

Dados extraídos da Web of Science (Fonte: Clarivate Analytics, 2019)
Dados extraídos da Web of Science (Fonte: Clarivate Analytics, 2019)

O relatório traz informações relevantes para o cenário, como:
– Quantos trabalhos de pesquisa o Brasil produz?
– Qual o impacto da citação na pesquisa brasileira?
– Como a pesquisa brasileira se compara internacionalmente?
– Com quais países internacionais o Brasil colabora?
– Quais empresas colaboram com universidades no Brasil?
– Quais empresas publicam em conjunto com universidades no Brasil?
– Como a pesquisa brasileira é comparada em cada categoria?
– Quais são as áreas de força e oportunidade da categoria de pesquisa?
– Como o Brasil apoia a infraestrutura de pesquisa?

O relatório A Pesquisa no Brasil: Promovendo a Excelência está disponível aqui.

Fonte: Texto de Alice Oliveira dos Santos no Portal de Periódicos CAPES

25 de setembro de 2019

Publicado por Priscila Jacobsen