Scliar e Carpinejar vencem Jabuti

Compartilhe

“Manual da Paixão Solitária” é o melhor romance, e “Canalha!” ganha na categoria contos e crônicas.

Um manifesto lírico canalha e as agruras de um homem mal afamado da antiguidade garantiram a Fabrício Carpinejar e a Moacyr Scliar os primeiros lugares nas categorias crônica/conto e romance do Prêmio Jabuti. Scliar e Carpinejar foram apenas dois dentre os nomes atuantes no Estado a figurar no pódio do mais tradicional prêmio literário entregue no Brasil.

O resultado foi divulgado ontem pela manhã, pela Câmara Brasileira do Livro, entidade que promove o prêmio. Foram anunciados os primeiros, segundos e terceiros lugares em 21 categorias, que abrangem gêneros literários e editoriais. O romance Manual da Paixão Solitária, publicado por Scliar, foi escolhido o melhor romance do ano, seguido de Órfãos do Eldorado, de Milton Hatoum, e de Cordilheira, de Daniel Galera. Manual da Paixão Solitária revisita os tempos bíblicos ao contar a história familiar do desafortunado Onã – que passou à posteridade equivocadamente como padroeiro do “vício solitário” da masturbação. Scliar recebeu a notícia em Washington, onde se encontra em viagem para conferências.

Carpinejar teve sua coletânea de crônicas Canalha! escolhida a melhor obra de Conto/Crônica, do ano. O livro reúne crônicas publicadas anteriormente pelo autor em seu blog na internet – algo que o próprio Carpinejar considera significativo.

– Eu mesmo antes de começar o blog sempre tive uma desconfiança com autores com intensa vida digital, como blogueiros, tuiteiros, de uma certa forma isso sinaliza que terminou essa separação – comentou Carpinejar, que se disse surpreso por seu primeiro Jabuti ter vindo com um livro de crônicas, apesar de sua carreira como poeta.

Outros gaúchos que concorriam ao prêmio ficaram entre os primeiros, como Luiz Cláudio Cunha e Letícia Wierzchowski (veja quadro) ou, nas categorias mais técnicas, Vera Maria Tietzmann Silva, terceiro lugar na categoria Didático/Paradidático, com o livro Literatura Infantil Brasileira: um Guia para Professores e Promotores de Leitura.

O vencedor de cada categoria será premiado com R$ 3 mil. Os três primeiros ainda concorrem aos prêmios de Livro do Ano de Ficção e de Não Ficção, cujos vencedores serão conhecidos na cerimônia de premiação marcada para o dia 4 de novembro, na Sala São Paulo. Este ano, o Jabuti recebeu 2.573 obras inscritas – de acordo com a CBL, foram 20% a mais do que em 2008.

Vencedores das principais categorias

ROMANCE
Em negrito, obras de autores gaúchos ou com formação no Rio Grande do Sul:
1º lugar – Manual da Paixão Solitária, Moacyr Scliar
2º lugar – Órfãos do Eldorado, Milton Hatoum
3º lugar – Cordilheira, Daniel Galera

CONTOS E CRÔNICAS
1º lugar – Canalha!, Fabricio Carpinejar
2º lugar – Ostra Feliz Não Faz Pérola, Rubem Alves
3º lugar – Os Comes e Bebes nos Velórios das Gerais e Outras Histórias, Déa Rodrigues da Cunha Rocha

POESIA
1º lugar – Dois em Um, Alice Ruiz S.
2º lugar – Antigos e Soltos: Poemas e Prosas da Pasta Rosa, Instituto Moreira Salles
3º lugar – Cinemateca, Eucanaã Ferraz, e Outros Barulhos, Reynaldo Bessa

INFANTIL
1º lugar – A Invenção do Mundo Pelo Deus-Curumim, Braulio Tavares
2º lugar – No Risco do Caracol, Maria Valéria Rezende e Marlette Menezes
3º lugar – Era Outra Vez um Gato Xadrez, Leticia Wierzchowski

BIOGRAFIA
1º lugar – O Sol do Brasil, Lilia Moritz Schwarcz
2º lugar – José Olympio, o Editor e sua Casa, José Mario Pereira
3º lugar – O Santo Sujo: A Vida de Jayme Ovalle, Humberto Werneck

REPORTAGEM
1º lugar – O Livro Amarelo do Terminal, Vanessa Bárbara
2º lugar – O Sequestro dos Uruguaios – Uma Reportagem dos Tempos da Ditadura, Luiz Cláudio Cunha
3º lugar – 1968 – O que Fizemos de Nós, Zuenir Ventura

TEORIA/CRÍTICA LITERÁRIA
1º lugar – Monteiro Lobato: Livro a Livro, Marisa Lajolo e João Luís Ceccantini
2º lugar – Pensamento e “Lirismo Puro” na Poesia de Cecília Meireles, Leila V. B. Gouvêa
3º lugar – Literatura da Urgência: Lima Barreto no Domínio da Loucura, Luciana Hidalgo

CAPA
1º lugar – Moby Dick, Luciana Facchini
2º lugar – Jovem Stálin, João Baptista da Costa Aguiar
3º lugar – Introdução à Filosofia, Rex Design

Fonte: Zero Hora Online
Data:30/10/2009

30 de setembro de 2009

Publicado por Gabriela Marchioro