Categoria: Eleições Diretoria da Faculdade – 2016

Quem tem medo da Democracia?

Aula Pública sobre Paridade e Participação Estudantil

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A gestão do Centro Acadêmico André da Rocha convida os e as estudantes para uma aula pública a ser realizada na quinta-feira, dia 20 de outubro, às 17h15min, em frente ao CAAR sobre o tema “Paridade na universidade e participação estudantil”.

Atualmente os pesos dos votos são distribuídos de maneira desigual entre os três estamentos que compõem as instituições universitárias, corpo docente, servidores e corpo discente. Os docentes possuem 70% de peso nas votações, 15% para os servidores e 15% para os discentes.

Acreditamos necessário o debate acerca não só da distribuição do peso dos votos nas instituições universitárias, pois se observa com clareza o caráter anti-democrático e que veta ainda mais a participação dos diversos setores que compõem a instituição, mas também a necessidade de organização estudantil para influir nas decisões da Universidade.

Há um descrédito para com servidores e alunos e alunas nas tomadas de decisões que lhes dizem respeito, e para além disso, são recorrentes em várias instancias de deliberação a força que a falta de paridade, sendo o último episódio de maior relevância em que a votação neste ano de 2016 para reitor da UFRGS, na qual os votos dos estudantes, se contados num cenário de paridade, elegeria chapa diferente da chapa da situação que foi eleita pelos docentes com seus 70% de peso nos votos.

Isto se liga ao forte conservadorismo em que se apoia nossa universidade, em que as próprias instituições democráticas são construídas como cenas de um teatro, em que a juventude estudantil atua como coadjuvante das escolhas que dizem respeito aos rumos da universidade.

A quem serve este atual modelo?

Contaremos com a presença da Professora Laura Fonseca (FACED/ANDES) e da advogada Jéssica Pinheiro, ex-aluna da Faculdade pra conversar conosco!

Após a aula queremos debater enquanto classe estudantil a necessidade de um edital paritário nas eleições da unidade, assim como discutir as demandas estudantis a partir de uma análise de conjuntura!

Por uma universidade cada vez mais forte, plural e democrática!

 

 

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén