NOTA DE APOIO À MOBILIZAÇÃO CONTRA A ALOCAÇÃO DAS SALAS DE AULA

Em deliberação durante a Reunião Extraordinária do CAAR, que aconteceu ontem, dia 02/03/2015, às 18h30min, aprovou-se a publicação de nota de apoio ao protagonismo estudantil que culminou em mobilização para solucionar as alocações incabidas das salas de aulas. O que ocorreu foi a determinação, sob responsabilidade da UFRGS e especialmente da Direção da nossa Faculdade, de que UNICAMENTE as pessoas que ingressaram no curso através do REUNI ou a partir do segundo semestre letivo estariam destinadas, MAIS UMA VEZ, a assistir aula em salas externas ao dito “Castelinho” e principalmente externas ao Campus Centro. Assim, já estando o corpo discente em tratativas com a Direção da Faculdade, o CAAR assina a seguinte nota de apoio:

“Mais uma vez, pudemos observar o quanto a democracia está longe de ser um dos pilares da nossa administração pública. A Faculdade de Direito, local em que, em tese, deveríamos aprender a defesa dos direitos fundamentais, virou de novo cenário do descaso com a efetivação destes.

A falta de comprometimento da nossa administração tem gerado imensos danos ao corpo discente ao longo dos últimos semestres, desde a complacência que compactua com fraudes nos concursos públicos, até a incapacidade de manutenção de uma infraestrutura de qualidade, capaz de atender as necessidades de nossa categoria.

Nas férias, presenciamos a evacuação do Prédio Novo e os trâmites pela alocação de turmas. Este processo culminou com uma grande parcela de estudantes sem salas de aula e outra grande parte sendo obrigada a se deslocar longas distâncias para atender às cadeiras em locais “arranjados”. A negligência com o espaço físico, com a qualidade de ensino, e com a segurança de servidores e de estudantes é preocupante, mas o que mais assusta é quem foi escolhido para sofrer os efeitos da má administração.

O REUNI representa a democratização do Ensino Público. Entretanto, atualmente, na nossa Faculdade, esse objetivo aparenta ser muito mais da boca para fora do que uma real busca pela igualdade. Desde a implementação do projeto na FD, as turmas de segundo semestre pouco ou nunca tiveram aula dentro do Castelinho, o que dificulta o contato delas com professores, bibliotecas, Centro Acadêmico, grupos de pesquisa e extensão. Estes foram segregadas para espaços externos da Faculdade. O que constrange, contudo, não é única e exclusivamente o deslocamento, mas sim que estes sejam quase que exclusivamente impostos a esses grupos. Para alguns, isso pode parecer um aspecto meramente físico, mas se olharmos pelo aspecto de que as turmas de segundo semestre são compostas majoritariamente de estudantes de cotas sociais e raciais, o problema se agiganta. Quem socialmente já é segregado é recepcionado com mais diferenciação. Por mais que a UFRGS tenha incorporado as ações afirmativas, existe uma clara diferenciação, com consequências opostas ao que se esperava desse projeto. De fato, o que se observa é que estudantes não tem as mesmas oportunidades de se integrar no espaço da faculdade.

Para além da falta de espaço nos prédios vizinhos, para além de todas as propostas feitas pelo Centro Acadêmico no sentido de promover uma rotatividade das pessoas dentro dos espaços: o que se vê é a nítida manutenção do caráter elitista do espaço da Universidade, que deveria ser pública e popular. Naquele douto reduto que é o Castelinho estão destinados a passar as mais brilhantes mentes da nossa egrégia Faculdade, mas – pelo que tudo indica – não as pessoas que ingressam na Faculdade através do REUNI. Tais pessoas, para a direção da Faculdade, não seriam dignas de usar dos mesmos espaços que as demais.

É por isso que o Centro Acadêmico André da Rocha apoia a luta promovida pelos alunos e pelas alunas no sentido de buscar uma rotatividade das salas de aula, no sentido de acabar com a silenciosa segregação dos espaços acadêmicos, fortalecendo assim o movimento estudantil e a constante abertura e ocupação plural desse espaço tão estagnado. Seguimos na luta por uma Universidade realmente pública, popular, democrática e de qualidade!”

Gestão Composição – Centro Acadêmico André da Rocha

18 pensamentos sobre “NOTA DE APOIO À MOBILIZAÇÃO CONTRA A ALOCAÇÃO DAS SALAS DE AULA”

  1. 19667 727319Hello there! Do you know if they make any plugins to protect against hackers? Im kinda paranoid about losing everything Ive worked hard on. Any suggestions? 876992

  2. 668281 227756Its difficult to get knowledgeable folks on this subject, but the truth is be understood as what happens you are preaching about! Thanks 747711

  3. 411938 493249Greetings! This is my very first comment here so I just wanted to give a quick shout out and tell you I genuinely enjoy reading by way of your blog posts. Can you recommend any other blogs/websites/forums that deal with the same topics? Thank you so significantly! 779065

  4. 50198 999981You produced some decent points there. I looked online for your dilemma and located most people will go together with with the internet site. 761567

  5. 750041 836810Hi there for your individual broad critique, then once again particularly passionate the recent Zune, and moreover intend this specific, not to mention the beneficial feedbacks other sorts of every person has posted, will determine if is it doesnt answer you are seeking for. 452412

  6. 509757 128052Largest lover messages were created to share it with your and gives honour of the bride and groom. Quite sound systems facing unnecessary throngs of people need to take into account each of our valuable concept of all presenting, which is ones trailer. greatest man toasts 973548

  7. 766837 122045 An fascinating discussion is worth comment. I believe that you really should write a lot more on this subject, it might not be a taboo topic but generally men and women are not enough to speak on such topics. Towards the next. Cheers 684544

Comentários estão fechados.