Primeiro-ministro da Etiópia renúncia em meio a protestos

Via Africa News

O primeiro-ministro da Etíópia, Hailemariam Desalegn, renunciou o cargo e a presidência do partido governista, a Frente Democrática Revolucionária do Povo Etíope (EPRDF), nesta quinta-feira (15). O país enfrenta a uma semana protestos contra o governo nas regiões de Oromia e Amhara, onde vivem os principais grupos étnicos. Segundo fontes do governo, pelo menos 10 pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas em enfrentamentos com as forças de segurança durante uma greve de três dias na região de Oromia. Nesta sexta-feira (16), o governo declarou situação de emergência. Desalegn assumiu o governo etíope após a morte do primeiro-ministro Meles Zenawi, em agosto de 2012. O vice-primeiro ministro, Demeke Mekonnen, deverá assumir o cargo até as eleições previstas para 2020.

Leia mais aqui

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *