Pesquisa aponta causa pouco conhecida de aborto em bovinos

Um estudo da Faculdade de Veterinária da UFRGS vem investigando algumas das causas de morte de fetos e terneiros recém-nascidos. A partir da análise de terneiros falecidos, foi identificada a presença de dois micro-organismos que são causadores da doença conhecida como Tristeza Parasitária Bovina. A pesquisa aponta esses micro-organismos como uma causa pouco descrita de aborto em bovinos.

O médico veterinário Luan Henker conversa sobre o assunto no quadro Ciência 1080, espaço do podcast Jornal da UFRGS que aborda as pesquisas realizadas na Universidade e suas contribuições para a sociedade. Henker, que realizou a pesquisa como parte de sua tese de doutorado junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, escreveu um artigo sobre o tema que foi publicado na revista Tick and Tick-Borne Diseases, especializada em doenças transmitidas por carrapatos.

O programa Jornal da UFRGS é produzido pelo Departamento de Jornalismo da Rádio da Universidade, em parceria com a Assessoria de Imprensa da UFRGS. Edição e entrevista de Mariane Quadros.

Esta e outras edições do Jornal da UFRGS podcast estão disponíveis no Blog da Redação, no Lúmina Podcasts e nas principais plataformas de streaming.

ARTIGO CIENTÍFICO

HENKER, L. C. et al. Bovine abortion, stillbirth and neonatal death associated with Babesia bovis and Anaplasma sp. infections in southern Brazil. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ttbdis.2020.101443