UFRGS e a Covid-19

Pesquisadores do INF criam site com ferramentas de análise visual de dados da Covid-19

< Voltar
Sumário
Imagem: Captura de https://covid19.ufrgs.dev/dashboard/#/dashboard

Técnica possibilita identificação mais imediata de padrões e de variações dos dados e torna mais fácil e clara a comparação entre os indicadores

A apresentação de dados de uma forma mais ilustrativa e dinâmica é a proposta da técnica da análise visual. Nessa perspectiva, pesquisadores do Instituto de Informática da UFRGS (INF) desenvolveram um site com diversas ferramentas criadas a partir dessa técnica para a análise de dados referentes à Covid-19 no Brasil e no Mundo. A página www.ufrgs.br/coronavis reúne os dados de casos confirmados da doença e óbitos, em diferentes divisões e comparações, que incluem índices em estados e municípios brasileiros, distribuídos em números absolutos e na proporção por densidade de habitantes.

Como forma de dar significado ao volume muito grande de informações publicadas, os dados são apresentados em tabelas e mapas com escala de cores para identificar as diferentes faixas de valores. Segundo o coordenador do projeto, o docente João Luiz Comba, a técnica, chamada de heatmap (mapa de calor), possibilita identificação mais imediata de padrões e de variações dos dados e permite estabelecer, de maneira mais clara, comparações. “No formato textual, em uma planilha, por exemplo, leva-se muito tempo para tirar conclusões que podem ser observadas de forma mais rápida visualmente”, explica Comba.

Confira a ferramenta de dados sobre casos de Covid-19

Um dos diferenciais das ferramentas oferecidas é a possibilidade de inúmeras combinações de dados. É possível, por exemplo, determinar um período temporal específico, optando por uma visualização em qualquer intervalo de dias. “O site permite a alteração de ângulos de análise em várias operações que se combinam rapidamente”, esclarece o coordenador do projeto que conta com a participação de outros docentes, mestrandos e graduandos do Instituto de Informática. Alguns exemplos de possíveis análises também estão publicados no site.

Dados da América do Sul

Para que a página possa ser usada internacionalmente, as informações estão publicadas em língua inglesa. A ideia é aumentar a oferta de ferramentas com o acréscimo da análise de dados relativos à América do Sul. Essa atualização deve estar disponível nos próximos dias. Acesse a página em www.ufrgs.br/coronavis e confira as ferramentas oferecidas.

Tags: