UFRGS e a Covid-19

Rede de colaboração oferece atendimento gratuito e online de práticas integrativas a profissionais da saúde

< Voltar
Sumário
Trabalhadores que atuam no combate à Covid-19 podem solicitar atendimento – Foto: Peter Ilicciev/Fiocruz

Iniciativa é do projeto de extensão #SUStentaPICS da Escola de Enfermagem da UFRGS com parcerias

O Programa de Extensão #SUStentaPICS – Práticas Integrativas e Complementares no Cuidado Integral à Saúde, da Escola de Enfermagem da UFRGS, está promovendo a formação de uma rede colaborativa de enfrentamento à Covid-19, com a proposição de técnicas terapêuticas para profissionais que atuam em serviços de saúde. A ideia é ofertar atendimentos online e gratuitos em meditação, Reiki e terapia floral para os trabalhadores que atuam na linha de frente durante a pandemia e sofrem desgaste físico e emocional. A LEPICS – Liga de Espiritualidade e Práticas Integrativas em Saúde da UFCSPA e o Mestrado Profissional em Enfermagem da Unisinos, além da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre e da Secretaria de Saúde do Estado do RS, são parceiros do projeto.

A coordenadora do #SUStentaPICS, professora da UFRGS Daniela Dallegrave, explica a importância da rede: “estamos em contexto emergencial e grave nos serviços de saúde, o que pode gerar sintomas como estresse, ansiedade e problemas relacionados ao sono. Assim, viabilizar estratégias de cuidado integrativo e acessível ao coletivo de profissionais é fundamental para qualificar o enfrentamento à pandemia”. Ela destaca que o serviço é ofertado a todos os trabalhadores que atuam em unidades de saúde, clínicas e hospitais e que estão envolvidos no combate e tratamento da covid-19, incluindo recepcionistas, seguranças, pessoas responsáveis pela higienização desses espaços e profissionais do atendimento direto aos pacientes.

A rede é formada por terapeutas que voluntariamente se cadastram no site revirasaude.com. Basta clicar em “Quero ser teleconsultor(a)” e seguir as orientações para cadastro. Após essa etapa, o #SUStentaPICS verifica se o profissional tem a habilitação exigida para prestar o atendimento. Nos primeiros dias de funcionamento, cerca de 50 terapeutas se cadastraram e foram homologados para começar a prestar serviço.

As pessoas interessadas em solicitar atendimento devem acessar o site revirasaude.com, clicar em “Quero apoio” e escolher o profissional e a terapia de sua preferência e, após, fazer o contato usando os canais indicados.

A gestão do site revirasaude.com é realizada pela Escola de Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Sul, que coordena a Revira Saúde (Rede Virtual de Aprendizagens em Saúde Coletiva) desde 2013 e que, durante a pandemia, está direcionando todos os esforços para o enfrentamento à covid-19. A professora Daniela salienta que a rede resulta da união de forças em um momento que exige ações urgentes. “Nestas horas, a universidade também mostra sua importância e sua contribuição para a sociedade”, afirma.

Tags: