UFRGS e a Covid-19

Rede nacional de pesquisadores coleta, analisa e divulga dados sobre a Covid-19

< Voltar
Sumário
Rede para o enfrentamento ao novo coronavírus. Foto: Gustavo Diehl.

A pós-doutoranda em Ciências Biológicas: Bioquímica na UFRGS Mellanie Fontes Dutra da Silva é a fundadora e coordenadora-geral do Grupo Análise Covid-19. Criado em fevereiro, o grupo forma uma rede nacional de pesquisadores multidisciplinares, multiprofissionais e voluntários de enfrentamento ao novo coronavírus. A rede coleta, analisa, projeta e divulga dados municipais e estaduais sobre a Covid-19.

Os mais de 200 membros no Facebook e 60 participantes do Twitter discutem, em tempo real, dados e notícias sobre o assunto, coletam dados e montam tabelas. Também, programam sistemas, modelam dados e textos de divulgação, analisam e montam figuras e gráficos, propõem políticas sociais para pessoas com deficiência (PCD) e organizam divulgações nas redes sociais.

Fazem parte da rede pesquisadores e profissionais de diversos estados, entre eles Rio Grande do Sul (RS), Distrito Federal (DF), Minas Gerais (MG), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ), nas mais variadas áreas de conhecimento, como Ciências da Saúde, Tecnologia da Informação e Desenvolvimento de Sistemas, Políticas Públicas, Engenharia de Automação e Elétrica, Comunicação e Design.

Objetivos da rede

a) Coletar e organizar os dados de municípios com casos positivos para a Covid-19, bem como realizar igual procedimento no acompanhamento e monitoramento dos estados brasileiros;

b) Coletar e organizar os dados demográficos do Censo 2010, Datasus e Censo Escolar, e outras, referentes ao saneamento básico, renda per capita, educação, emprego e recursos de saúde e municípios com casos positivos para a Covid-19, bem como realizar igual procedimento no acompanhamento e monitoramento das medidas referentes a essas áreas dos estados brasileiros; garantir a efetiva interoperacionalidade dessas bases, inclusive com a que nós produzimos;

c) Levantamento e análise de dados sobre a Covid-19 referentes aos povos indígenas, e propostas de políticas específicas;

d) Desenvolvimento de um sistema de coletas automatizado de dados municipais para a criação de uma plataforma centralizada (www.analisecovid19.org) com gráficos atualizados em tempo real de municípios e estados brasileiros;

e) Propor um refinamento de análise considerando não apenas os casos pelas regiões, como a taxa de incidência/crescimento nas populações, elaborar novas taxas e propostas de novos parâmetros para a identificação de aceleração ou desaceleração da transmissão;

f) Analisar e propor fatores modificadores de curva, como densidade urbana, distribuição etária da população, identificação de populações com mais concentração de um ou mais grupos de risco, quantidade de leitos hospitalares, UTIs, respiradores, etc;

g) Utilizar técnicas de projeção e previsão de curvas, a partir de métodos já estabelecidos na literatura, como a implementação do método SIR/SIER e outras análises de correlação ou fitness de curva;

h) Criação de imagens, mapas e gráficos ilustrativos para compartilhamento com a população;

i) Produção de materiais acessíveis à população de PCDs;

j) Levantamento e análise de dados e de políticas referentes à população com deficiência. Além do diferencial de expertise em políticas para PCDs e pessoas com doenças raras, contamos com doutores, especialistas de diferentes áreas, artistas e pessoas ligadas intimamente à vivência da deficiência e movimentos sociais para assessorar políticas específicas para esta população;

k) Proposta de abordagem de luto, fundamentada na metodologia do Instituto Quatro Estações;

l) Montagem de textos e material para divulgação e popularização científica.

Para saber mais acesse https://analisecovid19.org/
https://twitter.com/analise_covid19
https://www.facebook.com/analise.covid19/

Contato: analise.covid19@gmail.com

Tags: