UFRGS e a Covid-19

UFRGS firma termo de cooperação com o TCE/RS para pesquisas e capacitações

< Voltar
Sumário

Entre as ações estão: estudos sobre impactos da crise sanitária provocada pelo novo coronavírus nos municípios e no Estado e a criação do Observatório de Contas da Cidadania

Foto: Divulgação

A UFRGS assinou nesta terça-feira, dia 23 de junho, um acordo de cooperação com o Tribunal de Contas do Estado (TCE/RS) para o desenvolvimento de estudos e pesquisas sobre avaliação econômica de políticas públicas, finanças e ciências de dados e para elaboração de um Observatório de Contas da Cidadania. Estão envolvidos diretamente o Centro de Estudos e Pesquisas Econômicas (IEPE) e o Mestrado Profissional em Economia. Um dos destaques da parceria é a avaliação dos impactos da pandemia da covid-19 no Estado e nos municípios do Rio Grande do Sul. O projeto envolve, ainda, a capacitação de gestores e servidores.

A iniciativa encara o uso das novas tecnologias da informação como útil para a produção de indicadores e para a disseminação da informação para o público em geral. Desse modo, gerar e agregar dados são ações entendidas como centrais na boa administração pública e necessárias para uma gestão moderna, estratégica e eficiente das contas públicas. Embora já existissem algumas atividades de cooperação pontuais, este é o primeiro termo de cooperação celebrado entre o Tribunal de Contas do Estado e a UFRGS. Na cerimônia de assinatura, ocorrida na manhã desta terça-feira em ambiente virtual, o presidente do TCE, Estilac Xavier, afirmou que esta é uma data marcante para o Tribunal. Para Xavier, a aproximação com o meio acadêmico trará mais eficácia ao trabalho do órgão.

Segundo o chefe do departamento de Economia e Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Econômicas (FCE) e coordenador do projeto pela Universidade, Fabian Domingues, a Unidade e outras da UFRGS atuarão no projeto, que tem a perspectiva de se expandir: “A expectativa é que este seja um primeiro passo numa cooperação de longo prazo que pode se constituir como importante fonte de financiamento para pesquisas estaduais e municipais”. Estudos e pesquisas aplicadas da cooperação também terão séries específicas e relatórios sobre o impacto da crise sanitária do coronavírus nos municípios e no Estado nas receitas e despesas em saúde e proteção social, com recortes setoriais e regionais.

Observatório e capacitação

Um dos itens práticos do termo de cooperação técnica é um portal web formado por uma base sólida e estruturada de dados e de extração de informações big data e inteligência analítica. O Observatório de Contas da Cidadania terá diversificados recortes setoriais e geográficos de modo a qualificar a discussão sobre políticas públicas no Rio Grande do Sul. No Portal, serão oferecidas tanto as informações para consulta e pesquisa em nível avançado quanto as informações de interesse público em forma acessível. Estudos utilizarão a estatística e a economia aplicada como ferramentas para analisar os dados gerados no Observatório e terão aba específica na página.

A proposta de cooperação também contempla a oferta de um curso no nível de Mestrado Profissional em Economia, com ênfases em Finanças e Ciência de Dados e em Avaliação Econômica de Políticas. Serão oferecidos, ainda, cursos de extensão online no formato Massive Online Open Course (MOOC) nas áreas de conhecimento de avaliação econômica de políticas públicas e de finanças e ciência de dados, com ênfase em análises e aplicações realizadas na base de dados do Observatório.

Tags: