Archive for setembro, 2010

tiagorublescki

2° ABERTO DE POKER

A inscrição é R$15,00 que serão repartidos: R$1,00 para organização e R$14,00 para a premiação. Será permitido um rebuy (R$15,00) por jogador durante tempo determinado (a ser divulgado antes do inicio do torneio). As inscrições poderão ser feitas no dia do campeonato.

Serão três mesas de nove jogadores totalizando 27 participantes. Todavia, haverá lista de espera. Durante o período de rebuys, a medida que vagarem lugares, serão sendo chamados os jogadores inscritos na lista de espera.

poker

Vídeo do 1° Aberto de POKER

http://www.metacafe.com/w/5264358

REGULAMENTO

OBSERVAÇOES IMPORTANTES
Sugere-se a todos os participantes a chegada com antecedência para o processo de inscrição e encaminhamento às mesas. Os horários anunciados do torneio são aproximados. A organização não é responsável por quaisquer danos pessoais, perdas ou qualquer mau-funcionamento de objetos pessoais dos participantes.

REAGENDAMENTO E/OU CANCELAMENTO
Se por algum motivo o torneio não puder ser executado como planejado devido a problemas técnicos, intervenções não-autorizadas, fraudes, ou outras causas além do controle da organização que possam corromper ou afetar a administração, segurança, idoneidade, integridade ou a conduta correta deste torneio, a organização se reserva o direito, a seus critérios, de cancelar, terminar, re-agendar ou suspender o torneio.

INSCRIÇÕES TARDIAS (LATE REGISTRATION) E ALTERNATES
Após o início do torneio poderão ser reabertas as inscrições durante um período comunicado antes do início de cada torneio. Os jogadores inscritos durante este período ocuparão vagas vazias nas mesas. Caso não existam lugares vazios, os jogadores serão considerados como ‘alternates’, isto é, deverão aguardar competidores serem eliminados da disputa para ocuparem seus lugares. Jogadores na lista de espera por lugares aguardarão uma vaga, porém não poderão se retirar do torneio.

CANCELAMENTOS, DESISTÊNCIAS OU TRANSFERÊNCIAS
Um jogador inscrito não poderá se retirar do torneio (desinscrever-se) ou transferir a sua inscrição para outro jogador após 30 minutos antes do início do mesmo; i.e., as inscrições já feitas tornam-se pessoais, intransferíveis e incanceláveis. A organização reserva-se ao direito de não aceitar a inscrição de jogadores não previamente inscritos.

PREMIAÇÕES

NÚMERO DE PREMIADOS
Serão premiados os três primeiros jogadores, em proporções 60, 30 e 10% do pote.

REALIZAÇÃO DE ACORDOS
É permitida a realização de acordos sobre a premiação. Os acordos devem ser unânimes entre os jogadores restantes. A organização poderá vetar um acordo se julgar que houve constrangimento a um ou mais jogadores. Na mesa final, independente do que for acordado, pelo menos 10% (dez por cento) da premiação restante, o valor que for maior, deverá ser reservado para ser ganho pelo campeão, definido na mão final.

ESTRUTURA DE DISPUTA E CLASSIFICAÇÃO

MODALIDADE E BARALHO
O campeonato será disputado na modalidade “No Limit Texas Hold’em”, utilizando o baralho completo sem os coringas (52 cartas). Não sendo esta modalidade a ser disputada, a organização informará previamente qual será a modalidade em questão e seu devido regulamento.

FICHAS UTILIZADAS
Para a disputa serão utilizadas fichas sem valor monetário qualquer. Estas fichas são de propriedade da organização e não poderão ser removidas da área do torneio, sob pena de desqualificação. Cada participante receberá o mesmo número de fichas (previamente anunciado). Só serão aceitas fichas fornecidas pela organização do torneio.

NÍVEIS DE BLINDS
Os níveis de blinds serão alterados como anunciado pela direção com antecedência. A direção do torneio poderá alterar a estrutura dos blinds, no intuito de garantir o bom andamento do torneio.

CLASSIFICAÇÃO E ELIMINAÇÕES SIMULTÂNEAS
Jogadores serão classificados pela ordem de eliminação. Jogadores eliminados em torneios com duração maior do que um dia, serão classificados pelo seu tempo de permanência no torneio. Jogadores eliminados simultaneamente, numa mesma mesa, serão classificados pelo tamanho de seus stacks: aquele que iniciou a mão com maior quantidade de fichas será melhor classificado.

REGULAMENTO DO TORNEIO – CONCEITOS GERAIS

DIRETOR DO TORNEIO E EQUIPE DE SUPERVISÃO
O Diretor do Torneio e a equipe de supervisão sempre deverão considerar o melhor interesse em um bom andamento do torneio, com justiça e bom senso como maiores prioridades em seu processo de tomadas de decisão. Circunstâncias extraordinárias que venham a ocorrer poderão levar a decisões que, no interesse de manter a disputa justa aos participantes venha a contradizer regras técnicas. A decisão do diretor de torneios é final.

LÍNGUA OFICIAL
Somente será permitida a utilização do português e do inglês enquanto sentado à mesa.

EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS
Não é permitida a utilização de telefones celulares, rádios ou demais equipamentos de comunicação enquanto à mesa. O jogador que utilizar tais equipamentos terá sua mão invalidada. É permitida a utilização de dispositivos que enviem mensagens de texto, única e exclusivamente, quando o jogador não estiver participando da mão em curso. O equipamento deve ser mantido visível, acima da linha da mesa.

SITTING OUT
Um jogador inscrito que não esteja presente no início do torneio pagará todos os blinds e antes cabíveis até sua chegada (“sitting out”). Se o jogador chegar e ainda lhe sobrarem fichas, ele/ela pode jogar com estas fichas.

DISTRIBUIÇÃO DOS JOGADORES E REMANEJAMENTO

DISTRIBUIÇÃO ALEATÓRIA
Todos os jogadores terão os seus lugares às mesas designados aleatoriamente por sorteio. Acomodações especiais para participantes com necessidades físicas específicas poderão ser tomadas pela organização.

DESFAZENDO MESAS
Jogadores que forem movidos de uma mesa que foi desfeita serão randomicamente direcionados para os assentos vazios nas novas mesas, e assumem os direitos e responsabilidades das novas posições, incluindo o BIG Blind. O único lugar que um jogador reposicionado não receberá mão será entre o SMALL Blind e o Button.

POTES E SHOWDOWN

DECLARAÇÕES VERBAIS
As cartas “falam”. Declarações verbais sobre o conteúdo de uma mão (ranking do jogo) feito por um jogador não são finais até verificação pelo dealer ou outros jogadores. O jogador que intencionalmente declarar um jogo diferente do seu jogo real poderá sofrer penalização.

CARTAS ABERTAS EM ALLIN
As cartas dos jogadores deverão ser viradas para cima (abertas) caso algum dos jogadores esteja em allin e todas as ações da mão estejam completas.

INVALIDANDO MÃOS GANHADORAS
Dealers não poderão invalidar uma mão que foi mostrada no showdown e era obviamente ganhadora. Jogadores são incentivados a assistir na leitura das cartas caso percebam que um erro está para ser cometido.

SHOWDOWN
Ao final das rodadas de apostas o jogador que fez a última ação de aposta deve mostrar suas cartas. Em caso da ausência de apostas (i.e., todos pedem ‘mesa’) todos os jogadores deverão mostrar as suas cartas. Para concorrer ao pote todos os jogadores deverão obrigatoriamente mostrar todas as suas cartas. No showdown qualquer jogador da mesa pode solicitar a ver uma mão de qualquer jogador que tenha pagado todas as apostas na última rodada. Se o jogador que teve a última ação agressiva (i.e., apostou ou aumentou) na última rodada de apostas se recusar a mostrar a mão, poderá receber uma penalidade.

FICHAS INDIVISÍVEIS
As fichas indivisíveis irão para a esquerda do botão.

POTES SECUNDÁRIOS – SIDE POTS
Potes secundários serão divididos separadamente sobre a mesa.

UTILIZANDO AS CARTAS COMUNITÁRIAS
Um jogador deverá exibir as duas cartas no showdown, mesmo que esteja utilizando as cinco cartas comunitárias em seu jogo.

DÚVIDAS/DISPUTAS SOBRE MÃOS ANTERIORES
O direito a contestar o resultado de uma mão termina quando uma nova mão é iniciada.

PROCEDIMENTOS GERAIS

TROCAS DE BARALHOS
As trocas de baralhos ocorrerão a critério da organização do torneio. Jogadores não poderão solicitar uma troca de baralhos, a não ser que haja carta(s) danificada(s) no baralho em uso.

MUDANÇAS DE NÍVEIS DE BLINDS
O aumento dos Blinds será anunciado pela organização. A mudança entrará em vigor na próxima mão. Uma mão é iniciada com o primeiro movimento de trançar as cartas no embaralhamento, pelo dealer.

FICHAS SOBRE AS MESAS
O jogador deverá manter suas fichas organizadas tendo as fichas de maior valor sempre visíveis e identificáveis durante todo o torneio. Um jogador não poderá esconder fichas, retirá-las da mesa ou transportá-las sem a devida instrução e autorização da direção do torneio.

TRANSPORTE DE FICHAS
Jogadores não podem transportar suas fichas de maneiras em que estas não fiquem visíveis. Um jogador que esconder ou guardar fichas de maneira alheia àquela instruída pela organização (e.g., guardando-as no bolso), terá estas confiscadas e retiradas do jogo e poderá ser desqualificado da competição.

CARTAS VISÍVEIS
O jogador que estiver na mão deverá manter suas cartas o tempo todo de forma visível, sobre a mesa. As cartas não podem ser retiradas do limite da mesa. Um jogador não poderá cobrir completamente as cartas com as mãos de forma que estas não estejam visíveis a todos os participantes.

CARTAS PROTEGIDAS
Jogadores são responsáveis por proteger as suas cartas colocando um objeto (ficha, cap) sobre elas e mantendo-as próxima de suas fichas ao alcance de suas mãos. Um protetor de cartas não pode obstruir a visão das cartas do jogador ou de sua pilha de fichas. Se o dealer acidentalmente retirar cartas não protegidas de jogo, o jogador não terá direito a recuperá-las e não receberá sua aposta de volta. Se o jogador aumentou a aposta (raise) e esta ainda não foi chamada o aumento será retornado ao jogador. Em casos extremos, a direção do torneio poderá julgar mãos recolhidas acidentalmente como válidas.

SOLICITAÇÃO DE TEMPO
Uma vez que um jogador tenha demorado um período razoável de tempo para tomar uma ação, que não seja inferior a 02 (dois) minutos, outro competidor pode chamar o relógio (tempo) e o primeiro terá um minuto para se pronunciar. Serão contados os dez segundos finais em voz alta pelo dealer após o minuto inicial. Se o jogador não tiver agido até o final da contagem, a mão será declarada morta.

RABBIT HUNTING
Não é permitido o “Rabbit hunting”, ou seja, expor cartas que viriam (flop, turn ou river) caso a jogada não estivesse encerrada.

JOGADOR PRESENTE

PARA JOGAR A MÃO
Um jogador deve estar em seu lugar no momento que todos os jogadores receberam suas duas cartas iniciais ou sua mão estará declarada morta automaticamente.

PARA SOLICITAR TEMPO
Os jogadores devem estar nos seus lugares para solicitar tempo.

MANTENDO A MÃO VÁLIDA
Os jogadores devem estar nos seus lugares (sentados) para manter uma mão válida. Após deixar o seu lugar sua mão poderá ser declarada morta e o jogador fica passivo de punição.

JOGADOR AUSENTE EM ALLIN
Se um jogador que não está presente na mesa (sitting-out) estiver allin nos blinds, ou antes, será aplicado o fold (e conseqüente eliminação) automático.

BOTÃO E BLINDS

DEAD BUTTON E ONE BIG BLIND
O torneio utilizará o Dead Button. Quando o jogador que seria o botão é eliminado, o botão será colocado no lugar vazio para que todos os jogadores paguem o BIG e o SMALL BLIND. Da mesma forma, pode haver apenas um BLIND em uma mão caso o jogador que seria o SMALL BLIND seja eliminado, havendo apenas o BIG BLIND.

BOTÃO QUANDO EM HEADS-UP
Quando heads-up, o SMALL BLIND será o botão e age primeiro pré-flop e depois pós-flop. O botão pode ser ajustado para evitar que um jogador pague duas vezes o BIG BLIND.

EVITAR OS BLINDS
Um jogador que intencionalmente tentar pular o blind ao ser movido de mesa, sofrerá uma penalidade.

APOSTAS E AUMENTOS

AÇÃO FORA DA VEZ
Declarações verbais na sua própria vez de falar são permanentes. Fora da sua vez poderá ser e será permanente se a ação até chegar a sua vez não for modificada. Um check, call ou fold não é considerado mudança de ação por outro jogador e, portanto, a declaração permanece válida. Um all-in declarado fora da hora, também segue esse mesmo procedimento.

AUMENTOS DE APOSTA
Em jogos no-limit e pot-limit não há limite do número de aumentos em uma rodada de apostas. Os aumentos devem ser, no mínimo, do valor da última aposta efetuada ou do último aumento. As formas de aumentar uma aposta incluem (1) colocar, em um único movimento a totalidade das fichas no pote; ou (2) declaração verbal do valor total antes de colocar fichas no pote; ou (3) anunciar o aumento, colocar o valor do pagamento da aposta anterior no pote e, em um movimento separado colocar a totalidade das fichas da nova aposta. O jogador é responsável por deixar suas intenções claras.

AUMENTOS INCOMPLETOS/IRREGULARES
Se um jogador fizer um aumento de 50% ou mais do que a aposta anterior, mas menor do que um aumento completo, este é obrigado a completar o aumento para o valor correto. O aumento será exatamente o mínimo permitido. Um aumento menor do que a totalidade da aposta atual não reabre a ação para um jogador que já tenha agido na rodada.

APOSTAS COM FICHA DE VALOR GRANDE
Jogar uma única ficha de grande valor será considerado um pagamento (call) se o jogador não anunciar que é um aumento antes de a ficha tocar a mesa. Se o jogador anunciar um aumento e colocar uma ficha de grande valor na mesa, mas não anunciar o tamanho da aposta, essa será do valor da ficha. Após o flop uma aposta de uma única ficha de grande valor, será considerada o valor da ficha. Toda declaração de valor deve ser feita antes de a ficha tocar a mesa.

UTILIZAÇÃO DE MÚLTIPLAS FICHAS
A não ser que um aumento seja declarado, a utilização de várias fichas em uma aposta que não totalizem um aumento completo será considerado um pagamento se a remoção de uma das fichas deixará um valor inferior ao do call (e.g., em uma aposta de 600 um jogador joga duas fichas de 500 sem anunciar um aumento).

ALLIN
Um jogador que apostar todas as suas fichas deve declarar verbalmente “All-in” ou termo semelhante que indique sua intenção de apostar todas as suas fichas, ou colocar uma quantidade óbvia ou todas as suas fichas à frente. Uma aposta ALLIN compromete a totalidade das fichas de um jogador, incluindo fichas que estejam escondidas atrás ou sob o seu stack. Sempre que o jogador mover All-in em uma mão o dealer deve anunciar esse movimento a mesa e o valor do mesmo.

TAMANHO DO POTE
Os dealers não podem contar os potes.

STRING BETS – APOSTAS EM UM ÚNICO MOVIMENTO
As apostas devem ser feitas em um único movimento. Apostas em múltiplos movimentos (string bets) sem uma declaração verbal do valor prévia serão desconsideradas, valendo apenas o primeiro movimento. Os dealers serão responsáveis por rejeitar string bets.

COMPORTAMENTO E PENALIDADES

NÃO DIVULGAÇÃO
Os jogadores são obrigados a proteger outros jogadores durante o torneio em todos os momentos. Sendo assim, jogadores, estejam ou não na mão, estão proibidos de:

a. Revelar o conteúdo de mãos, estejam elas vivas ou fora do jogo (folded).

b. Sugerir, criticar ou comentar sobre uma jogada enquanto a ação não estiver completa.

c. Ler uma mão que ainda não foi mostrada.

One player to a hand, significa que o jogador não poderá mostrar sua mão a nenhum outro jogador ou espectador participante ou não da jogada intencionalmente, esteja ativo ou não na mão. Isto inclui o ato de procurar ou manter cartas que já estejam fora de jogo

EXPOSIÇÃO DE CARTAS
Um jogador que expuser suas cartas enquanto a ação na mão não estiver terminada poderá receber uma penalidade, mas não terá sua mão morta ou invalidada. A penalidade iniciará ao final da mão.

CONDUTA ÉTICA
Poker é um jogo individual. Ações, declarações ou comportamento que comprometam o andamento justo da competição, sejam estes conscientes ou não, são considerados antiéticos e antidesportivos. A direção irá priorizar a integridade competitiva do torneio e, para tanto, penalizar qualquer jogador(es) que venha(m) a trapacear ou agir de maneira antiética ou ilegal. Trapaças são todas as atitudes que um indivíduo pode tomar que infrinjam as regras do torneio para obter vantagens na competição Trapaças incluirão – porém não estão limitadas a – collusion (jogar em parceria ou time), roubo de fichas, transferência de fichas entre jogadores, do mesmo torneio ou de eventos distintos, marcação de cartas, substituição de cartas ou a utilização de quaisquer outros métodos ou equipamentos não autorizados. Define-se collusion como o comum acordo entre dois ou mais jogadores em compartilhar informações ou jogarem em conjunto para obter vantagem no torneio. Collusion inclui – mas não está limitado a – chip dumping (passar fichas), soft play, compartilhar informações sobre suas cartas com outro jogador, enviar ou receber sinais de/para outro jogador, utilização de meios de comunicação ou a internet para troca de informação para facilitação do collusion.

CONDUTA COMPORTAMENTAL
Com o intuito de manter um ambiente confortável a todos os participantes, as seguintes condutas serão consideradas impróprias e anti-desportivas durante o torneio e serão penalizadas pela direção do evento:

a. Agir fora da vez intencionalmente e/ou repetidamente.

b. Intencionalmente foldar e/ou jogar suas cartas no monte (muck) fora da vez, incluindo abandonar a mesa antes da sua vez de agir.

c. Intencionalmente e/ou repetidamente declarar cartas diferentes das que possui no showdown.

d. Intencionalmente e/ou repetidamente expor suas cartas com ação pendente na mesa.

e. Intencionalmente e/ou repetidamente demorar tempo excessivo para agir – atrasar o andamento do jogo.

f. Violar a regra “one player to a hand”, incluindo a discussão ou orientação sobre a mão, com um jogador da mesa ou observador, enquanto a mão está em curso.

g. Revelando cartas que estão no monte (muck) enquanto uma mão está sendo jogada.

h. Realizando declarações errôneas e/ou falsas ou promovendo ações que possam influenciar a decisão de outro jogador.

i. Qualquer forma de soft play, incluindo verbalmente ou mutuamente aceitando “pedir mesa até o final”, inclusive quando um terceiro jogador está em allin na mão.

j. Instruir ou controlar a ação de outro jogador.

k. Intencionalmente e/ou repetidamente espalhando suas apostas em cima do pote (splash the chips).

l. Jogar suas cartas fora da mesa, jogá-las no dealer ou em outro jogador de forma agressiva ou abusiva, intencionalmente e/ou repetidamente destruí-las ou danificá-las ou a outras propriedades da organização do evento.

m. Comportamento abusivo, perturbador, incluindo celebrações excessivas, palavreado depreciativo e de baixo calão.

n. Utilizações de vestimenta ou quaisquer outros materiais que possam conter mensagens ou incitações depreciativas, preconceituosas, ilegais ou agressivas.

o. Utilização de máscaras ou objetos que escondam a identidade de um jogador.

p. Intencionalmente e/ou repetidamente tocar as cartas ou fichas de outro jogador.

q. Agressão contra outros jogadores, membros da organização do torneio ou espectadores.

PENALIDADES E DESQUALIFICAÇÃO
As penalidades disponíveis para aplicação pela direção do torneio incluem advertências verbais e mãos fora da mesa. Exceto no caso da punição de uma única mão fora da mesa, o procedimento será: o jogador punido irá perder uma mão, vezes o número de jogadores em sua mesa, vezes um número de rounds de acordo com a gravidade ou repetição do seu ato, variando de 1 a 4, de acordo com a decisão da organização. Um jogador que contestar a decisão poderá ser desclassificado. Durante todo o período o jogador punido deverá permanecer fora da área delimitada para o torneio. A repetição de uma infração elevará automaticamente o nível da punição aplicada.

ERROS DE CARTEADO, DEFEITOS E MISDEALS

MISDEAL – REINÍCIO DE UMA MÃO
Uma mão será reiniciada – baralho re-embaralhado – quando:

a. A exposição da primeira ou segunda carta da distribuição inicial já constitui um misdeal. Jogadores podem ter duas cartas consecutivas dadas quando no botão.

b. O botão estava no lugar incorreto no início da mão.

c. Um jogador que deveria ter uma mão válida não recebeu cartas.

d. Cartas foram distribuídas a uma posição que não deveria recebê-las.

e. Um jogador receber uma carta com um baralho de padrão diferente daquele em jogo.

f. Duas cartas do mesmo naipe e valor forem encontradas no baralho.

CARTAS FALTANTES
Uma ou mais cartas faltantes no baralho não invalidam o resultado de uma mão. Após a mão o baralho deve ser trocado por um baralho completo.

FLOPS COM QUATRO CARTAS
Caso sejam viradas quatro cartas (em vez de três) no flop, tenham estas sido expostas ou não, o dealer deverá misturá-las viradas para baixo (fechadas) na mesa. Um membro da supervisão deverá escolher aleatoriamente três das quatro cartas para serem o flop válido e selecionar a quarta carta que será a próxima “queima”.

ABERTURA ANTECIPADA DO TURN
Caso o turn seja aberto antecipadamente por quaisquer motivo que levem o dealer a errar, o dealer deverá recolher o turn errado, queimar mais uma carta e abrir a carta que deveria ser o “river no lugar do “turn”, misturar a carta erroneamente aberta, com o resto do baralho, e seguir a mão. Um membro da supervisão deverá ser chamado para maiores erros de abertura das cartas comunitárias.

pato

Documento DAECA anos 90

Boleteco 03-1996

Boleteco 05-1996

Boletim 1997

Boletim greve 1998

Jornal 08-1997

Ofício festas 95

Reunião

Reunião02

Reunião 12-04-97

tiagorublescki

CONTAGEM

contagem

tiagorublescki

Relato 8º CONSUNI

Relato 8º CONSUNI (15 de setembro)

1. Foi APROVADA a ata da 7ª reunião do CONSUNI.

2. Foram APROVADOS o Relatório Parcial do Curso de Especialização em Perícia e Auditoria 2008, o Projeto Inicial desse curso para 2011 e a troca do professor de uma disciplina do curso.

3. Foram APROVADAS as Resoluções 08 e 09 da COMGRAD/ECO sobre alterações nos currículos antigo e novo de Economia:

-criadas 4 disciplinas: ECONOMIA E PROJETOS SÓCIO-AMBIENTAIS (sugestão da profa. Gabriela Souza)

TÓPICOS ESPECIAIS EM FINANÇAS (sugestão do prof. Fabrício Tourrucôo)

MERCADO DE DERIVATIVOS – sugestão do prof. Fabrício Tourrucôo)

TÓPICOS ESPECIAIS EM MACROECONOMIA PÓS-KEYNESIANA (sugestão do prof. Fernando Ferrari);

-alterado o pré-requisito da disciplina de ECONOMIA DA SAÚDE (sugestão do prof. Giácomo Balbinotto)
-incorporada ao currículo uma disciplina de ANTROPOLOGIA, em caráter eletivo;
-incluídas 20 disciplinas eletivas, de outros departamentos, ao currículo antigo (já constam no currículo novo);
-incorporada a liberação da disciplina de Metodologia da Ciência, extinta do currículo de Economia;
-alterados pré-requisitos do currículo antigo, ficando iguais aos do currículo novo.

4. Foram APROVADAS as Resoluções 05 e 06 da COMGRAD/ECO sobre as regras dos créditos eletivos:

-Extinta a regra, no currículo ANTIGO, que obrigava o aluno a cursar no mínimo 4 disciplinas eletivas (do total de 7) na área de Economia (ECO02), pois essa regra não era bem divulgada e os alunos acabavam não cumprindo por desconhecimento.
-Criada a regra, no currículo NOVO, que obriga o aluno a cursar no mínimo 6 disciplinas eletivas (do total de 11) na área de Economia (ECO02), mas que essa regra seja amplamente divulgada para os alunos. Essa regra justifica-se pelo peso que os créditos eletivos (44 no total) têm no currículo novo.

5. Foram APROVADOS os afastamentos do país dos professores Maria Heloísa Lenz (economia), Pedro Fonseca (economia), Carlos Mielitz (economia), André Reis (RI) e Fábio dal Soglio (PGDR).

6. Assuntos gerais:

-AVALIAÇÕES DOS PPG PELA CAPES: O professor André Cunha informou que o PPGE obteve nota 5 na avaliação da CAPES. Porém, de MELHOR nota 5 o PPGE passou para um dos PIORES nota 5. O professor Fábio dal Soglio informou que o PGDR também obteve nota 5 da CAPES, porém foi um dos MELHORES, só não tendo alcançado a nota 6 por ter faltado algumas publicações.

-100 ANOS DO DAECA: O professor João Marcos cumprimentou o DAECA pelos seus 100 anos, citando as comemorações que ocorreram na semana anterior. Encaminhou uma manifestação do CONSUNI parabenizando o DAECA pelo Centenário

-ENCONTRO DE RI: O RD Raoni informou que o I Encontro de RI da Região Sul teve 172 inscritos.

-REGIMENTO INTERNO DA FCE: O professor Carlos Horn informou que até a próxima semana o texto inicial do Regimento Interno da FCE estará concluído. Esse texto será disponibilizado para consulta à comunidade da Faculdade, para que se possa aprovar o Regimento no CONSUNI antes do final desse ano. Cabe destacar que a comissão é composta por funcionários e professores. Os estudantes não tiverem voz!

Olá DAECA,

Eu, Isabela (Bel), como coordenadora geral do CAXXII de Março, da medicina da UFCSPA, venho agradecer em nome de todos os acadêmicos da UFCSPA o apoio à ocupação da reitoria, do dia 06 ao dia 09 de setembro.

Nosso movimento foi em busca de um espaço na nossa Universidade inicialmente para o CAXXII de Março, que no início do ano de 2010 foi demolido arbitrariamente pela reitoria, sem negociação e sem oferta de novo espaço. Refletimos que na UFCSPA temos todos os outros 7 cursos em situação semelhante à nossa, então passamos a lutar por um espaço para os Centros Acadêmicos e para a convivência dos alunos. Com a união de todos os nossos cursos, conseguimos todos os nossos objetivos que constavam em nossa lista de reivindicações, fundamos nosso DCE e o apoio de vocês nos trouxe mais confiança e vontade de vencer.

Agradecemos a todos e estamos à disposição, assim como fizeram por nós.

Continuaremos lutando pela expansão do ensino superior com a qualidade que o estudante merece.

Muito obrigada,

Isabela Cristina Coelho da Cunha
Coordenadora geral do CAXXII de Março
Comissão provisória do DCE-UFCSPA

“Gentileza gera gentileza. Truculência gera ocupação.”

As entidades e coletivos abaixo assinados vêm a público manifestar sua solidariedade ao movimento de professores/as, estudantes e servidores/as do Campus IV da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) em defesa de condições necessárias ao exercício de uma educação pública, gratuita, de qualidade, democrática e voltada às necessidades do povo.

O Campus IV da UFPB, situado no litoral norte da Paraíba, sofre com uma precária estrutura. Durante o mês de setembro, teve um de seus prédios interditados pelo corpo de bombeiros e outro, um antigo galpão, apresentou rachaduras que denunciaram situação de risco à vida. Além das questões estruturais, os/as estudantes enfrentam o descaso da adminstração com atraso nas bolsas-auxílio e a não conclusão do Restaurante Universitário e Residência Universitária, uma política fundamental de permanência. Diversos setores e laboratórios sofrem com a falta de materiais, a quantidade de servidores/as e seguranças se demonstram insuficientes face à demanda.

Indignados com o descaso da reitoria, os/as estudantes deliberaram, em assembléia realizada na última segunda-feira (13/09), pela paralisação total das aulas no campus e ocupação da direção de centro. Os/as professores/as e servidores/as, em assembléia geral realizada na terça-feira subsequente, aderiram à paralisação e somaram forças em defesa de seu campus e seus direitos.

Esse quadro se verifica não somente na UFPB, mas na totalidade das universidades federais de ensino superior (IFES), fruto de uma expansão (através do REUNI ou mesmo anterior) que não garante verbas suficientes para mínimas condições de infraestrutura para desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Colocamos nosso irrestrito apoio à luta estudantil por defesa de uma interiorização com qualidade das IFES, e nos somamos na luta ao movimento pró-litoral norte por uma UFPB de qualidade.

Mais informações sobre a ocupação:

http://viramundoln.blogspot.com/

http://dceufpb.blogspot.com/

http://twitter.com/dceufpb

pato

Carta do dep. Raul Pont ao DAECA

Na semana em que o DAECA completou 100 anos de existências, recebemos uma carta do dputado estadual Raul Pont, que militou no DAECA e no DCE da UFRGS nos anos 60.

Leia a carta aqui.

Próximo »