Cooperação e competição entre estudantes de design Recomendações ao professor fundamentadas no jogo Dilema do Prisioneiro

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Arabella Natal Galvão da Silva
Adriano Heemann

Resumo

O trabalho em equipe é essencial para a atuação do designer, no contexto atual, por isso é exercitado durante o ensino da graduação. Para que o resultado do trabalho em equipe seja satisfatório, é necessário que cada integrante da equipe coopere com seus pares. Porém, a cooperação nem sempre é estimulada pelo professor, especialmente em disciplinas de projetos. Uma forma de abordar a díade cooperação/competição é por meio do jogo Dilema do Prisioneiro. Essa abordagem, pouco empregada no campo do design, foi utilizada por Shih, Hu e Chen (2006) para analisar o comportamento de estudantes de design em disciplinas de projeto e delinear recomendações para o professor estimular a cooperação. A partir dos resultados apresentados por Shih, Hu e Chen (2006), este artigo tem por objetivo descrever pesquisas sobre o jogo Dilema do Prisioneiro que possibilitem ampliar a compreensão das relações de cooperação e competição entre estudantes em disciplinas de projeto, delineando mais recomendações para professores destas disciplinas com vistas ao estímulo à cooperação. Para alcançar este objetivo foram realizadas pesquisas bibliográficas sistemáticas e assistemáticas que convergiram para a análise minuciosa de duas dissertações de mestrado e onze artigos científicos. As proposições destes documentos foram comparadas com os resultados encontrados por Shih, Hu e Chen (2006), o que propiciou a constatação de contrastes importantes. Foi possível verificar que duas recomendações de Shih, Hu e Chen (2006) destacam-se por não se relacionarem com as demais publicações analisadas: o incentivo à comunicação e o estímulo à competição entre as equipes como forma de aumentar a cooperação dentro de cada equipe. Outras recomendações destes autores alinham-se às demais pesquisas, como a avaliação por pares. Entretanto a importância da empatia entre os integrantes da equipe e o processo de formação das equipes constituem fatores ainda pouco esclarecidos pela literatura.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Silva, A. N. G. da, & Heemann, A. (2018). Cooperação e competição entre estudantes de design: Recomendações ao professor fundamentadas no jogo Dilema do Prisioneiro. Design E Tecnologia, 8(15), 68-80. https://doi.org/10.23972/det2018iss15pp68-80
Edição
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Arabella Natal Galvão da Silva, UNICURITIBA

Departamento de Design

Cursos de Design Gráfico e Design de Interiores

Adriano Heemann, Universidade Federal do Paraná

Doutor em Engenharia Mecânica pela Universidade de Braunschweig – Alemanha, mestre em Tecnologia pelo CEFET-PR, especialista em Design pelo Carl Duisberg Gesellschaft – Alemanha e graduado em Design de Produto pela UFPR. Atualmente é professor adjunto do Departamento de Design e professor permanente do Programa de Pós-graduação em Design da UFPR, bem como líder do grupo de pesquisa Design Colaborativo e Co-criação do CNPq.