Parâmetros para a concepção e avaliação de jogos para reabilitação de pacientes vítimas de AVE

Main Article Content

Pedro Cesar Pedreira Cataldi Tiago Barros Pontes e Silva

Resumo




O processo de tratamento de pacientes vítimas de Acidente Vascular Encefálico (AVE) pode ser cansativo e duradouro, apresentando diversos casos de desistência e também de depressão associados a quantidade de exercícios demandados e a taxa decrescente de progressão da recuperação dos pacientes. Com isso, tem sido cada vez mais frequente a aplicação de jogos nesse contexto, em sua grande maioria jogos comerciais. Os jogos comerciais garantem a diversão e motivação dos pacientes, entretanto, não apresentam todos os atributos necessários para serem aplicados como tratamento em sessões de fisioterapia, demandando adaptações. Percebe-se, portanto, a necessidade do desenvolvimento de jogos específicos para esse fim, permitindo a execução de movimentos adequados e o monitoramento de profissionais da área de fisioterapia. Nesse sentido, a presente pesquisa tem por objetivo investigar parâmetros relevantes ao game designer para auxiliar a concepção e avaliação de jogos voltados para a reabilitação de pacientes vítimas de AVE. Para tanto, são abordados conceitos referentes às áreas de reabilitação e game design, destacando-se alguns dos principais padrões utilizados por game designers. A partir desse levantamento, são realizados uma série de grupos focais com uma equipe de profissionais de áreas relacionadas, obtendo-se como resultado a identificação de parâmetros para o desenvolvimento de um jogo para ser usado como instrumento de reabilitação. A partir desses parâmetros, visando testar a sua aplicabilidade, é desenvolvido um jogo instrumento, avaliado intrinsecamente por profissionais e pesquisadores da equipe. Em seguida, os parâmetros revisados são avaliados novamente por profissionais e pesquisadores das áreas de reabilitação e também de game design, permitindo seu refinamento. Como resultado da pesquisa, são propostos 9 atributos de reabilitação e 13 atributos voltados para a experiência do jogador. As avaliações sugerem que a lista de atributos proposta pode ser empregada como um auxílio aos game designers em uma atividade de concepção de jogos voltados para a reabilitação, mantendo-se a liberdade necessária à atividade criativa enquanto permitindo as restrições que garantam a sua qualidade de aplicação no ambiente de reabilitação.


Article Details

Como Citar
CATALDI, Pedro Cesar Pedreira; SILVA, Tiago Barros Pontes e. Parâmetros para a concepção e avaliação de jogos para reabilitação de pacientes vítimas de AVE. Design e Tecnologia, [S.l.], v. 7, n. 14, p. 69-90, dez. 2017. ISSN 2178-1974. Disponível em: <https://www.ufrgs.br/det/index.php/det/article/view/457>. Acesso em: 19 set. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.23972/det2017iss14pp69-90.
Edição
Seção
Artigos