Banda Pônei Xamânico é a próxima atração do projeto Sexta Degrau

O projeto Sexta Degrau dá continuidade a sua programação de 2019 com a banda Pônei Xamânico. A apresentação acontece nas escadarias do Centro Cultural da UFRGS na próxima sexta-feira, 19 de julho, às 19h. O evento é gratuito, embora exista a possibilidade de contribuição espontânea como forma de retribuição aos artistas.

O grupo Pônei Xamânico surgiu em 2014 como um projeto de gravação e exploração de criações autorais que não seguissem as fórmulas já previsíveis e exaustivamente utilizadas da música popular brasileira. Com esta motivação inicial, as primeiras ideias foram colocadas no álbum “Canções Mal Gravadas para Gente Estranha”.

No segundo álbum “Isto Assim Mesmo”, outros músicos somaram-se ao projeto para a formação de um repertório com letras bem-humoradas e arranjos criativos. A banda mescla e agrega elementos de diferentes gêneros e tendências musicais, abrangendo desde ritmos brasileiros a elementos do rock e da música erudita contemporânea, resultando em um resultado estético inusitado e uma expressão artística não-convencional.

Sobre o Sexta Degrau
O Centro Cultural é um espaço ainda novo, em constante construção e reinvenção. Dar vida a este lugar é um desafio que requer um olhar criterioso e criativo, buscando trazer diferentes movimentos para dentro deste local. Parte deste processo envolve também atentar para as particularidades do espaço; o prédio, construído em 1924 e recém revitalizado, possui uma grande importância arquitetônica, compondo os cenários imagéticos que ficam na memória de todos que vêm a este bairro. Construir uma programação que faça jus a este lugar requer uma boa dose de experimentação. Com isso em mente, nasceu, fruto de uma parceria entre o Departamento de Difusão Cultural e o Instituto de Artes, o Sexta Degrau. Explorando a escadaria do Centro Cultural – espaço pouco evidenciado, posto que se localiza nos “fundos” do prédio -, o objetivo do projeto é construir um ambiente de convivência através da arte e da cultura, promovendo espetáculos musicais e, em conjunto, uma feira artística e outros projetos que dialoguem. Partindo desta premissa, procuramos montar uma programação pautada por alguns elementos norteadores, como a valorização da cena independente, experimentação, construção coletiva e compartilhamento.

Confira abaixo o vídeo da música “Flautas São Instrumentos”, de Pônei Xamânico.

Deixe uma resposta

X