DDC distribui 200 ingressos para show de Hamilton de Holanda e Mário Laginha

O Salão de Atos da UFRGS será palco do encontro de dois mestres da música contemporânea mundial, Hamilton de Holanda e Mário Laginha, em 13 de junho, às 20h. Um dos mais prestigiados pianistas portugueses, Laginha toca ao lado de um dos principais nomes do bandolim no país, Hamilton de Holanda. Além da dupla, Anna Setton (Brasil) e Lenna Bahule (Moçambique) fazem participações especiais nos vocais.

Por meio de parceria entre o Departamento de Difusão Cultural da UFRGS e a produtora Connecting Dots, 200 ingressos serão distribuídos para a comunidade universitária da UFRGS (alunos, servidores técnico-administrativos e docentes) na bilheteria do Salão de Atos da UFRGS no dia 13 de junho, das 10h às 20h. Para adquirir gratuitamente, dever-se-à apresentar a carteirinha da UFRGS no guichê da bilheteria. Os demais poderão comprar os ingressos aqui.

Sobre o show

I-CULT – ITINERÂNCIAS CULTURAIS com Hamilton de Holanda (BRA), Mário Laginha (POR) part. Anna Setton (BRA) & Lenna Bahule (MOZ). Banda de abertura: Marmota Jazz.

Uma série de apresentações musicais que tornarão próximas as relações artísticas entre países e regiões que também falam português – a língua universal que nos une. Na edição de 2019, a CONNECTING DOTS leva para o I-CULT a Música: indústria criativa impulsionadora de negócios e relações culturais. Quatro shows em três cidades, com diferentes formações em palco contarão com a presença dos brasileiros Hamilton de Holanda, Anna Setton, do português Mário Laginha e da moçambicana Lenna Bahule.

No Salão de Atos – UFRGS em PORTO ALEGRE se realiza a segunda apresentação onde Mário Laginha um dos mais prestigiados pianistas portugueses, com uma carreira reconhecida internacionalmente, que conta com mais de três décadas, proporcionará um encontro inesquecível enriquecido pelo virtuosismo bandolim de Hamilton de Holanda e os bordados das vozes ,ora suaves ora energéticas, da Anna e da Lenna que impressionarão até os mais fortes corações e conhecedores do trabalho de ambos. Espera-se assim uma fusão artística intercontinental, de cultura e música proveniente de países e regiões que também falam português, apenas memorável.

Direção Artística e Produção Executiva: Connecting Dots

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram
X