Julho, 2019

08julallday30novBienal Sur 2019 - Ecos de Memórias Póstumas, de Denise GadelhaCentro Cultural da UFRGS

Mais

Informações

De que forma um acidente como um vazamento de água pode integrar uma proposta artística? Denise Gadelha, artista e professora, incorpora essa pergunta em seu projeto “Ecos de Memórias Póstumas”. A artista questiona o lugar do imponderável e do imprevisível no mundo contemporâneo. A exposição inaugura no dia 8 de junho, às 11h, no Centro Cultural da UFRGS, como parte da Bienal Sur – Bienal Internacional de Arte Contemporânea da América do Sul.

Ecos de Memórias Póstumas teve como inspiração os céus de Porto Alegre e o mar de Florianópolis. Denise, a partir de duas fotomontagens , “Reverso” (2002) e “Espaço permeável” (2003), reuniu numerosas fotografias analógicas para formar um grande mosaico. Em 2016, a obra foi vítima de um vazamento de água que modificou permanentemente a proposta inicial de Gadelha e traçou um novo caminho para o projeto, possibilitando uma abordagem sobre a passagem do tempo e a adaptação às mudanças.

As foto-instalações da artista foram selecionadas por meio de uma convocatória realizada pela Bienal Sur, em que foram registradas 5025 inscrições, propostas por artistas de 76 países. A convocatória não teve nenhum tema pré-estabelecido, pois buscava entender o que cada lugar está produzindo e quais as pautas que estão surgindo para os artistas.

 

Data

Julho 8 (Segunda) - Novembro 30 (Sábado)

Localização

Centro Cultural da UFRGS

Av. Eng. Luiz Englert, 333

Organizador

DDC-UFRGS e Denise Gadelha

Deixe uma resposta

X