Grupo de artistas realiza performance com canetas BIC para exposição do Percurso do Artista

Um grupo de 23 colaboradores escolhidos a dedo pela artista visual Teresa Poester produziu, em 7 de setembro, no hall do 2º andar do prédio da Reitoria da UFRGS, a obra Até que meus dedos sangrem. A peça será exibida na exposição de mesmo nome a partir de 30 de setembro, na Sala João Fahrion, localizada em frente ao espaço onde os artistas a produziram. A iniciativa faz parte do Percurso do Artista, projeto organizado pelo Departamento de Difusão Cultural da UFRGS e cuja artista homenageada neste ano é justamente Poester.

Liderados pela professora aposentada do Instituto de Artes da UFRGS, os artistas desenharam em um linóleo fosco com canetas BIC vermelha. Quinze canetas esferográficas foram instaladas em cada um dos 20 tubos de PVC montados especialmente para a produção. No total, entre trocas de canetas nos tubos ao longo do dia, foram usados 600 exemplares BIC.

“A obra será exposta na parte externa da Sala Fahrion, o chamado pergolado. Embora a tinta da caneta BIC não seja solúvel em água, ela sofre com a ação do sol. Desta forma, o público poderá acompanhar a deterioração da peça ao longo do tempo”, explica Teresa Poester.

Vestidos de preto, o grupo realizou a performance com a cor vermelha no dia da Independência do Brasil. Essa não foi a primeira vez que a caneta mais popular do mundo foi utilizada para fins artísticos. Ao longo do século XX, artistas visuais como René Magritte e Alberto Giacometti desenharam com a popular marca francesa.

Confira abaixo o resultado:

Performance realizada pelos artistas

  • Alexandre /Copês
  • Alice Seibel
  • Andressa Ahlert
  • Anna Thereza Hanel
  • Antonio Augusto Bueno
  • Bruno Tamboreno
  • Camila Elis
  • Caroline Veilson
  • Eduardo Veras (participação e curadoria)
  • Georgia  Galvão Moreira
  • Guadalupe Rauch
  • Gustavo Poester
  • James Zortéa (participação e filme)
  • Jéssica Becker
  • Kelvin Koubik
  • Leandro Selister
  • Luysa Santos Tomazzoli
  • Marcelo Cjardosim
  • Maria Paula Recena 
  • Rita Rosa Leite
  • Teresa Assis Brasil
  • Vado Vergara Nodari ( filme)
  • Valentina Steinmetz

Serviço

Exposição Até que meus dedos sangrem

Teresa Poester – Percurso do Artista

Data: 30/09/19 a maio de 2020
Horário de visitação: 9h às 12h e das 14h às 18h de segunda a sexta-feira (exceto feriados)
Abertura: 30 de setembro de 2019 – 18h30
Local: Sala João Fahrion – 2º andar do prédio da Reitoria da UFRGS (Av. Paulo Gama, 110).

Deixe uma resposta

X