Projeto de extensão de Dança e Educação Somática realiza aula aberta no Centro Cultural da UFRGS

A aula de dança proposta pelo grupo DESC – Dança, Educação Somática e Criação foi uma das atividades que mais movimentou os corpos de quem veio ao Dia da Cultura da UFRGS. Para aqueles que puderam estar no encontro que integrou as 12h de cultura e desejam participar novamente e para os que ainda não conhecem o trabalho do grupo, o DESC oferecerá a última aula aberta do ano na próxima sexta-feira, 20 de dezembro. Das 9h às 11h, na Sala Pessegueiro do Centro Cultural da UFRGS, acontece o encontro “Conversas Somáticas Corpo-Voz”, uma amostra do trabalho realizado pelo projeto e uma conversa aberta sobre o método.

Na intitulada “conversa somática”, a ideia é debater os princípios condutores da prática, que tem como referências a arte do movimento a partir dos estudos de Rudolf Laban e Irmgard Bartenieff, bem como os princípios vocais desenvolvidos por Bartenieff e Bonnie Cohen e a técnica das vozes estendidas da linha Roy Hart. O DESC foi um dos projetos selecionados pelo Edital de Ocupação do Centro Cultural da UFRGS e ministrou, ao longo do ano, aulas semanais na Sala Pessegueiro.

Sobre o Projeto

O DESC – Dança, Educação Somática e Criação – é um projeto de extensão ligado à ESEFID que existe desde 2017, coordenado por Cibele Sastre. Em 2019, foi acolhido pelo edital do Centro Cultural da UFRGS, com aulas semanais na Sala Pessegueiro. A partir deste ano, em uma parceria com o Centro de Dança da Prefeitura de Porto Alegre, Laura Backes passa a colaborar trazendo a voz para integrar-se ao movimento.

Ao longo do ano, foram oferecidas práticas corporais somáticas para pessoas dispostas ao experimento e percepção de si, através da exploração sensível do movimento expressivo de corpo-voz. Estes experimentos criativos geraram duas produções coreográficas. No primeiro semestre houve a Dança Manifesto ÁGUA VIVA vinculada ao projeto Global Water Dances – GWD – promovido pelo LIMS/NY, que se caracteriza pela preocupação com questões ambientais relacionadas à qualidade de água potável no planeta, proporcionando um encontro virtual de diferentes cidades que dançam esta questão em todo mundo. No segundo semestre, Em pé de árvore foi apresentada na Mostra UFRGS.com/dança e no Dia da Cultura UFRGS.

Galeria

Deixe uma resposta

X