Sala Redenção promove mostra sobre africanos na era da globalização

A semana na Sala Redenção – Cinema Universitário trará um cardápio recheado de cultura africana entre 6 e 10 de maio. A mostra Deslocamentos, Memórias e Identidades Afrodiaspóricas traz quatro documentários e dois filmes que retratam o processo de adaptação de comunidades do continente africano à globalização. A série é uma parceria entre o Departamento de Difusão Cultural e o Departamento de Educação e Desenvolvimento Social da UFRGS.

Além da africanidade, a Sala Redenção exibe, na tradicional sessão do CineDhebate Direitos Humanos o filme Alien, o Oitavo Passageiro – 08/05 às 19h. Na sessão Unapi-UFRGS (Universidade Aberta para Pessoas Idosas), a discussão ocorrerá em torno do documentário sobre a vida de Ingrid Bergman – Eu Sou Bergman, do cineasta Stig Björkman, dia 10/05 às 14h. O 11º Festival Escolar de Cinema encerra nesta semana com uma programação imperdível. 

programação

INFORMAÇÕES

Marcada por intensa mobilidade de pessoas, objetos, bens, estilos, crenças e ideias, a África contemporânea estabelece com o mundo relações complexas e originais, profundamente desiguais.  Os filmes selecionados neste ciclo têm em comum argumentos e roteiros que tematizam os diferentes processos de interação cultural e social vividos em deslocamentos de africanos(as) e/ou seus descendentes na era da globalização –  quando os sentimentos de identidade, pertencimento e transculturação encontram-se profundamente afetados pelas condições impostas em situação de diáspora. A mostra é uma parceria entre o DDC-UFRGS e o Departamento de Educação e Desenvolvimento Social da UFRGS.

de 06 a 10 de maio de 2019

 

O outro lado do Atlântico.

Dir. Daniele Ellery e Márcio Câmara | Brasil | Documentário | 2017 | 90 min

Gravado parcialmente em Cabo Verde, o documentário registra depoimentos de cabo-verdianos que viveram ou vivem no Brasil, em sua maior parte como estudantes. Os entrevistados revelam suas impressões acerca do modo de ser dos brasileiros, os pontos de convergência e de divergência cultural entre os respectivos países.

06 de Maio | 2ª-Feira | 09h30

10 de Maio | 6ª-Feira | 19h

 

Cartas para Angola

Dir. Coraci Ruiz e Julio Matos | Brasil | Drama | 2011 | 75 min

Através de cartas trocadas, sete duplas de interlocutores de origem brasileira, angolana e portuguesa compartilham afetos, histórias e memórias construídas nos dois lados do Oceano Atlântico.

06 de Maio | 2ª-feira | 14h

09 de Maio | 5ª-feira | 19h

 

Alda e Maria, por aqui tudo bem

Dir. Maria Esperança Pascoal | Portugal | Drama | 2011 | 94min | Legendado

No verão de 1980, duas jovens angolanas  emigram para Lisboa para escapar da guerra civil que divide o seu país.  Em meio ao isolamento e a incerteza, ambas procuram encontrar os meios para sobreviver em uma cidade onde tudo lhes parece difícil.

06 de Maio | 2ª-feira | 16h

08 de Maio | 4ª-feira | 16h30

 

As Cores da Serpente

Dir. Juca Badaró | Brasil/Angola | Documentário | 2019 | 70min

O documentário registra a história do Coletivo Murais da Leba, a maior intervenção de grafite da África, com o objetivo de abordar a motivação dos artistas. A Serra da Leba tem um histórico de 30 anos em guerra, e para se relacionar com o passado, alguns artistas angolanos pintam mais de seis mil metros quadrados dos paredões que envolvem a região.

06 de Maio | 2ª-feira | 19h

09 de Maio | 5ª-feira | 16h30

 

Barcelona ou a morte (Barcelone ou la mort).

Dir. Idrissa Guiro | Senegal | Documentário | 2007 | 49min | Legendado

Documentário ambientado nos subúrbios de Dakar, capital do Senegal, onde diversas pessoas sonham em partir, a qualquer custo, para Barcelona. Um pescador, privado de seu ganha-pão pela globalização, é empurrado ao perigoso negócio do transporte de clandestinos para a Espanha, porta de entrada do continente europeu.

07 de Maio | 3ª-feira | 16h30

 

Sotigui Kouyaté, Um griot no Brasil

Dir. Alexandre Handfest | Brasil | Documentário | 2014 | 57min

O documentário, dirigido por Alexandre Handfest, traz o ator, diretor e griot africano, que trabalhou com Peter Brook, falando da missão de passar adiante seus conhecimentos, a memória do continente e da importância da escuta para arte, comunicação e vida.

07 de Maio | 3ª-feira | 19h

10 de Maio | 6ª-feira | 16h30

O Festival Escolar de Cinema é uma ação do Programa de Alfabetização Audiovisual que, desde 2008, já levou mais de 80 mil estudantes e professores das redes públicas de ensino às salas de cinema. Como nos anos anteriores, o Festival Escolar de Cinema conta com a parceria e o acolhimento da Sala Redenção para receber crianças e jovens da educação básica para assistirem a uma variada programação de filmes escolhidos de acordo com cada faixa etária - de 23 de abril a 10 de maio. São cinco semanas de sessões voltadas a grupos escolares, que acontecem de terça a sexta–feira, nos turnos da manhã e da tarde, e que abrangem estudantes da educação infantil ao ensino médio. Este ano a programação do Festival é composta de curtas e longas-metragens e trechos de filmes, que vão de clássicos como os curtas-metragens de George Meliès a filmes brasileiros contemporâneos como Café com Canela (2018), de Glenda Nicácio e Ary Rosa, passando por sucessos atuais, como a premiada animação dos Estúdios Pixar, Viva: A Vida é uma Festa (2017), e o vencedor do Oscar, Ilha dos Cachorros. 

Veja mais aqui.

INFORMAÇÕES

Alien, o Oitavo Passageiro Alien )

Dir. Ridley Scott | Horror, Ficção Científica | Reino Unido, Estados Unidos | 1979 | 116 min.

 

 Uma nave espacial, ao retornar para Terra, recebe estranhos sinais vindos de um asteroide. Ao investigarem o local, um dos tripulantes é atacado por um estranho ser. O que parecia ser um ataque isolado se transforma em um terror constante, pois o tripulante atacado levou para dentro da nave o embrião de um alienígena, que não para de crescer e tem como meta matar toda a tripulação.

DATA

(Quarta) 19:00 - 22:00

 

08 de maio | quarta-feira | 19h

INFORMAÇÕES

EU SOU INGRID BERGMAN

Dir. Stig Björkman| Suécia | Documentário | 2015 | 114min

Usando os diários íntimos de Ingrid Bergman, além das cartaz enviadas às suas amigas, o documentário traça todo o percurso pessoal e profissional da atriz, incluindo seus diversos casamentos, a relação controversa com os filhos, o escândalo de adultério, as mudanças para os Estados Unidos, França e Inglaterra os principais filmes e prêmios recebidos na carreira.

29 de Maio | Quarta-Feira | 14h

 

DATA

(Sexta) 14:00 - 16:00

Deixe uma resposta

X