Unimúsica chega a sua 38ª edição com homenagem aos diferentes tons de Porto Alegre

O mais antigo projeto musical de Porto Alegre está de volta em 2019 com uma série que homenageará a nossa amada cidade e o aniversário de 85 anos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O Unimúsica 2019 abre a série Cidade Presente – a cidade que se vê, a cidade que se escuta em 6 de junho, encerrando em 12 de dezembro. Ao todo, o Salão de Atos da UFRGS receberá oito concertos do projeto do Departamento de Difusão Cultural da UFRGS neste ano.

A distribuição de ingressos ocorrerá sempre na semana do espetáculo, na recepção do Centro Cultural da UFRGS, iniciando às segundas-feiras, mediante 1kg de alimento não-perecível, das 9h às 18h. Cada interessado poderá adquirir gratuitamente até dois ingressos. Haverá também uma unidade especial de distribuição no Campus do Vale. Os bilhetes estarão disponíveis no estande do DDC no ILEA em toda segunda-feira prévia ao espetáculo, das 9h às 17h. Excepcionalmente, no primeiro concerto, a distribuição no ILEA ocorrerá no dia 4 de junho no horário especificado.

A programação do Unimúsica 2019 terá nomes de peso do cenário musical porto-alegrense, como Hique Gomez, Gutcha Ramil, Ana Fridman, Negra Jaque, Pedrinho Figueiredo e Antonio Villeroy. São instrumentistas, compositores e intérpretes de diferentes estilos reunidos em um propósito: homenagear os diferentes tons de Porto Alegre. Embora a coordenação da série esteja a cargo de Lígia Petrucci, responsável pela programação cultural do Departamento de Difusão Cultural da UFRGS, a curadoria é compartilhada. Fazem parte da comissão, além de Lígia, Ana Laura Colombo de Freitas, Andressa Ferreira, Juarez Fonseca e Roger Lerina.

Sobre o Unimúsica 2019 – série Cidade Presente: a cidade que se vê, a cidade que se escuta

Cidades se constroem e se transformam não apenas na materialidade visível das edificações e dos traçados urbanos, mas também (e, talvez, sobretudo) nos modos de sociabilidade, nas diferentes práticas de interação entre grupos, pessoas, personagens. Seus pequenos rituais, suas festas, suas celebrações, sejam cotidianas ou extraordinárias, são marcas que revelam certos modos de vida. A cidade – obra coletiva de milhares de individualidades, perene e efêmera – é, a um só tempo, um lugar e a ação que nele e para ele se realiza.

A série cidade presente – a cidade que se vê, a cidade que se escuta do Unimúsica 2019 foi pensada para Porto Alegre. Ou melhor, foi pensada por Porto Alegre: em seu interesse, em sua defesa. A programação, que marca também os 85 anos da UFRGS, teve como ponto de partida as múltiplas cenas e distintas geografias da música. Ao todo, serão oito concertos inéditos, concebidos conjuntamente – em uma espécie de “curadoria transversal” – pela grande equipe de diretoras e diretores, curadoras e curadores que aqui atuam.

De um certo modo, o que veremos e escutaremos no palco do Salão de Atos é a própria cidade, com suas zonas de convergência e divergência, suas sobreposições de tempos, suas visibilidades e invisibilidades, suas tensões e cintilações. É trabalho, é força da vontade e é também promessa.

Lígia Petrucci, coordenadora e curadora do Unimúsica / coordenadora de Programação Cultural do Departamento de Difusão Cultural da UFRGS

Programação

Confira a programação (todos os espetáculos acontecem às 20h no Salão de Atos da UFRGS – Av. Paulo Gama, 110, Porto Alegre-RS):

RITMOS UNEM MUNDOS | 06 DE JUNHO

A música brasileira, desde sempre esteve encharcada de diversas culturas. E algumas dessas confluências, encontros e cruzamentos resultam em manifestações artísticas curiosas. Pois a Negra Jaque, há mais de 10 anos mergulhada na cultura hip-hop e com uma carreira potente na cidade, uniu-se a não menos potente bateria de Biba Meira, baterista referência no sul do país com uma carreira brilhante. Juntas estão criando um show onde o ritmo faz o elo, a ponte que liga essas trajetórias, une os mundos dessas duas artistas, musicistas, mulheres que lutam pela igualdade de gênero e que abrem o espaço de fala para o mundo. (Bebê Baumgarten)

Direção e curadoria
Biba Meira e Negra Jaque

Elenco

Biba Meira (bateria)
Negra Jaque (voz)
Julia Pianta: (bateria e congas)
Glória Espíndola: (bateria e chocalho)
Natália Damiani: (acordeom)
Jon Boss (beatmaker e DJ)

Participação especial
Batucas
MC Camilinha

Backing vocal
Cristal Rocha
Bruno Negrão

Produção executiva e direção de palco
Fabiana Menini

Direção e curadoria
Pedrinho Figueiredo e Ras Vicente

Elenco
Claudio Sander (sax)
Everson Vargas (baixo)
Fernando Petry (baixo)
Frank Solari (guitarra)
Giovanni Berti (percussão)
Jorginho do Trompete (trompete)
Júlio Rizzo (trombone)
Lucas Fê (bateria)
Luiz Mauro Flho (piano)
Marcelo Corsetti (guitarra)
Marquinhos Fê (bateria)
Michel Dorfman (piano)
Paulinho Goulart (acordeon)
Paulo Dorfman (piano)
Pedro Moser (guitarra)
Pedro Tagliani (guitarra e violão)
Renato Borghetti (gaita-ponto)
Ronaldo Pereira (sax)
Ras Vicente (piano, direção musical)
Pedrinho Figueiredo (sax, flauta, direção musical)

Direção e curadoria
Ana Fridman e Catarina Domenici

Elenco
Ana Fridman (piano)
Camilo da Rosa Simões (violino)
Catarina Domenici (piano)
Cintia de los Santos (voz)
Coral Porto Alegre (voz)
Cristina Capparelli (piano)
Daniel Wolff (violão)
Dirce Knijnik (piano)
Felipe Castelani (eletrônicos)
James Correa (eletrônicos e violão)
Leonardo Winter (flauta)
Thiago Colombo (violão)

Participação especial
Andressa Ferreira (percussão)

Direção e curadoria
Leo Henkin e Luciano Leães

Elenco
Bibiana Petek (voz/ guitarra)
Carlinhos Carneiro (voz)
Diego Días (piano / acordeon)
Erick Endres (guitarra)
Izmalia (voz)
Leo Henkin (violão)
Luciano Albo (baixo)
Luciano Leães (piano / hammond)
Nando Peters (guitarra)
Naddo Pontes (voz)
Rodrigo Fischmann (violão / voz)
Solon Fishbone (guitarra)

Direção e curadoria
Gutcha Ramil e Hique Gomez

Elenco
Ìdòwù Àkínrúlí (percussão)
Loua Pacom Oulai (percussão)
Emily Borguetti (dança flamenca)
Tales Melati ( Gaita de Foles- Viela de Roda- Sax)
Nina Nicolaiewsky ( Bumbo Leguero)
Dionisio Souza (baixo)
Ângelo Primon (Sitar, Oud, guitarra, Violões)

Direção e curadoria
Clarissa Ferreira e Texo Cabral

Elenco
Clarissa Ferreira – voz, violino e produção
Neuro Junior – violão
Luciano Maia – acordeom
Loma – voz
Pirisca Grecco – voz
Ricardo Arenhaldt – bateria e percussão
Texo Cabral – Voz, flauta e produção
Tamiris Duarte – contrabaixo

Participações especiais
Nina Fola – sopapo e voz
Shana Muller – voz
Vherá Poty e Batidão dos garotos – vozes, guitarra, teclado
Zelito – rabeca e voz

Direção e curadoria
Antonio Villeroy e Paola Kirst

Elenco
Antonio Villeroy (voz)
Dionara Schneider (piano)
Gabriel Romano (acordeon)
Glau Barros (voz)
Jéssica Berdet (baixo e/ou violão)
Lucas Kinoshita (bateria)
Marcelo Delacroix (arranjos vozes)
Paola Kirst (voz)
Pedro Cassel (voz)
Thayan Martins (percussão)
Thays Prado (voz)

Participação especial
Bernardo Zubaran (harmônica cromática)

Direção e curadoria
Mathias Pinto e Pâmela Amaro

Elenco
Bandão Oficina de Choro/Sol Maior
Carol Milan (Tenor)
Eliseu Rodrigues (Clarinete e Clarone)
Fábio Azevedo (Cavaquinho)
Guilherme Sanches (Percussão)
Lucian (Tenor e Flauta)
Maria do Carmo Carneiro (Voz)
Mathias Pinto (Violão 7 Cordas)
Pâmela Amaro (Voz)
Pingo Borel (Percussão)
Samuca do Acordeon
Tutti (Percussão)
Wilson Ney (Voz)

* Mais informações pelos telefones 33083034 / 33083933 ou pelo e-mail ligia@difusaocultural.ufrgs.br
Programação sujeita a alterações.

Diretores dos concertos

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram
X