Está chegando mais um Salão de Extensão da UFRGS. Entre 14 e 18 de setembro, a Pró-Reitoria de Extensão terá uma programação totalmente online pela primeira vez na história do evento. Dentre palestras, projetos de extensões capitaneados por professores e alunos e atividades culturais, o XXI Salão de Extensão transmitirá também muita música e dança.

O Festival Forrobodó – Unimúsica 2020: quando elas tocam terá 20 instrumentistas mulheres tocando nos cinco dias do Salão sempre às 20h. A música ganha o acréscimo do projeto Sexta Degrau no dia 17 às 12h com o show online ao vivo de Paula Posada. Para completar, no segundo dia das atividades, 15, às 12h, Suzi Weber e Robson Lima Duarte fazem a performance Ensaio sobre a maca e outros pontos, englobando dança e teatro.

Todos as ações culturais serão transmitidas no nosso canal do YouTube e na página do DDC no Facebook.

Veja a programação abaixo:

 

FESTIVAL FORROBODÓ – UNIMÚSICA 2020: QUANDO ELAS TOCAM
(de 14 a 18 de setembro às 20h)

Nunca se produziu tanta música no Brasil. Esse é, sem dúvida, um fato a ser festejado. Porém, na mesma medida em que a criação se multiplica nas mais variadas vertentes e possibilidades sonoras, mais trabalhoso e complexo se torna o acesso a este vasto repertório. Inúmeros projetos de alta qualidade artística permanecem circunscritos a nichos específicos, a pequenos núcleos. Se essa é uma realidade que atinge muitas das categorias do mundo musical, ela afeta de forma avassaladora o trabalho das mulheres instrumentistas, cuja produção permanece na invisibilidade – até mesmo para seus colegas de ofício.

A partir de uma centena de nomes assinalados, o festival FORROBODÓ traz 25 artistas. Cinco solistas por noite, cinco diferentes combinações em que se alternam instrumentos como piano, fagote, clarinete, flauta, saxofone, harpa, violão, violino, viola, rabeca, sanfona, contrabaixo, synths, guitarra, percussão e bandoneón.

A equipe curatorial, composta por Ana Fridman, Ana Laura Freitas, Lígia Petrucci, Marta Schmitt e Nanni Rios buscou a diversidade não só de instrumentações, mas das próprias produções, provocando um encontro de geografias, gerações e tradições musicais, sem perder de vista o compromisso com a representatividade negra e LGBTQI+.

Substituindo os tradicionais encontros com os artistas, o Unimúsica 2020, em parceria com a Rádio da Universidade, apresenta uma série de podcasts na semana anterior aos espetáculos. A ideia é aproximar o público dos universos musicais de cada instrumentista convidada.

ENSAIO SOBRE A MACA E OUTROS PONTOS
(15/09 às 12h)

Ensaio sobre a maca e outros pontos surgiu da necessidade de continuar a dançar, reconhecendo nossas incapacidades e aceitando nossas precariedades. É resultado de uma amizade e de encontros de um coletivo que se visita há mais de trinta anos em cena, entre muitas idas e vindas de troca, de amor e de arte. Robson Lima Duarte e Suzi Weber dançam suas semelhanças e diferenças na busca de um conforto no contraponto do que a idade pode oferecer enquanto fragilidade e vulnerabilidade. Eles dançam e celebram a busca do desejo e da manutenção de forças para enfrentar tempos difíceis. A música serve como um bálsamo de esperança que indica que a chama do amor é necessária para continuar. Enfim, dancemos.

  • COREOGRAFIA E ATUAÇÃO: ROBSON LIMA DUARTE E SUZI WEBER
  • VÍDEO: ALEX SERNAMBI
  • MÚSICA: HAMILTON DE HOLANDA
  • OLHAR DE FORA: LISANDRO BELLOTTO

SEXTA DEGRAU COM PAULA POSADA
(17/09 às 12h)

O projeto Sexta Degrau se desloca de seu espaço e tempo habitual a fim de participar das atividades dos Salões UFRGS. No dia 17/09, ao meio-dia, será transmitida uma apresentação de Paula Posada, musicista e graduanda em Música Popular pela UFRGS. As raízes indígenas e colombianas, herdadas de suas avós, se intensificam e amplificam na sua identidade artística. Como DJ, violinista e produtora, conduz suas apresentações explorando a desconstrução musical experimentada através dos recortes de melodias e ritmos, utilizando a linguagem da música eletrônica como expressão máxima de seu processo criativo. Em Porto Alegre, é produtora e residenta da festa Base, co-criadora do coletivo Arruaça, coletivo de artistas que fomenta a cena político-cultural da cidade através da realização de festas na rua, colocando em pauta o espaço urbano. Também compõe a crew da label Goma rec. em que lançou a música “Instigada” no VOL B da coletânea do selo. Participou da residência artística do Projeto Concha em 2019 e recentemente, lançou seu primeiro trabalho audiovisual, uma produção para a série Ensaios de Morar.

Fruto de uma parceria entre o Departamento de Difusão Cultural e o Instituto de Artes, o Sexta Degrau é um projeto interdisciplinar centrado em apresentações musicais em conjunto com propostas artísticas que enriqueçam e ressignifiquem a experiência daquele espetáculo. É um espaço de experimentação – musical, sim, mas também visual e formal – cujo foco é evidenciar a produção artística independente da região.

Deixe uma resposta

X