Novas características Mconf versão 1.1

O sistema de webconferência Mconf, oferecido com um serviço da UFRGS e disponível para acesso em https://mconf.ufrgs.br/, teve sua nova versão (1.1) disponibilizada no dia 1 de agosto de 2018.

A nova versão tem várias novidades descritas nas seções a seguir. Além disso, o Mconf conta com uma melhoria na qualidade do áudio, o que impacta principalmente o acesso em locais nos quais a Internet é mais instável ou de baixa velocidade. Segue o índice das novidades.

Monitoramento de qualidade de rede

O informativo de qualidade de rede fornece um feedback visual da qualidade da Internet no momento, permitindo saber rapidamente se algum problema de qualidade é causado pela rede ou não. A partir da versão 1.1, na barra superior da tela, aparece uma imagem do monitor, como mostrado na figura a seguir.

Colocando a seta de mouse sobre a imagem, aparece um balão explicativo relativo à qualidade da rede sendo observada no momento pelo navegador. Exemplo: conforme imagem a seguir, que tem uma conexão boa e sem perdas com a Internet.

A imagem muda de cor conforme a qualidade da conexão de internet identificada, e as alternativas são:

  • Conexão Excelente, praticamente sem perdas: mensagem: “Sua conexão está funcionando adequadamente”.
  • Conexão oscilando, com algumas perdas: mensagem: “Sua conexão está oscilando, o que pode causar picotamentos no áudio”
  • Conexão razoável, com perdas: mensagem: “Sua conexão está com problemas, os outros participantes podem estar tendo dificuldades em lhe escutar”
  • Conexão ruim, com muitas perdas: mensagem: “Conexão ruim, troque de rede e dê preferência para rede cabeada”

Novo compartilhamento de tela

Na versão 1.1, o compartilhamento de tela virou uma extensão do navegador, não necessitando mais a instalação de um plug-in, como na versão anterior. No primeiro uso do navegador Chrome ele pergunta se o usuário aceita a utilização dessa extensão e depois funciona automaticamente. No Firefox não é necessário fazer nada.

Esse recurso está disponível na aba de Compartilhamento de Tela da Janela de Apresentação, como mostra a figura a seguir.

 Aba de Compartilhamento de Tela

Extensão para navegadores

Diferente da versão anterior do Mconf, que demandava a instalação e uso do aplicativo Mconf Deskshare (aplicativo nativo do Mconf), a nova versão requer somente o uso de uma extensão para o navegador que está sendo usado. Para os exemplos a seguir, o navegador usado foi o Google Chrome. No caso do navegador Firefox, não é necessária a instalação da extensão. Os outros passos são similares.

Caso o navegador em uso não possua a extensão, a mensagem a ser exibida na tela é a mostrada na figura a seguir:

Mensagem indicando a falta da extensão.

Basta clicar em “Click here to install”, link que levará até a página de download e instalação da extensão.

Página de instalação da extensão

Instale a extensão no navegador, e clique em “Tentar novamente” conforme mostra a figura a seguir:
Tela de “Tentar novamente”

Após clicar neste botão, uma tela mostrando uma prévia do que será compartilhado é aberta, como mostra a figura a seguir. Atualmente, somente a opção de compartilhar a tela inteira está disponível.
Clicando no botão “Compartilhar”, será iniciado o compartilhamento da tela, conforme mostra a figura a seguir:

Tela de prévia do compartilhamento de tela

Uma barra na parte de baixo da tela indica que o compartilhamento está ativado. Ela também oferece a possibilidade de encerrar o compartilhamento. A figura a seguir mostra essa barra.

Barra para interromper compartilhamento de tela

As opções oferecidas na versão anterior do Mconf, relacionadas à visualização dos participantes, ainda estão presentes. É possível ajustar a visualização à tela de apresentação, assim como mostrar o tamanho original da tela compartilhada. Neste último caso, barras de rolagem aparecerão para auxiliar na visualização, caso as resoluções sejam diferentes.

Observações

Quando o compartilhamento de tela está ativado, a tela continuará a ser compartilhada, mesmo que se saia da tela do Mconf. Isso significa que, caso o apresentador saia da tela do Mconf e vá para a edição de um documento, todos os participantes verão esse documento.

Além disso, é possível interromper o compartilhamento de tela e alternar para a aba de visualização de documentos. Dessa forma, todos os participantes passarão a visualizar o documento carregado nessa aba, e vão parar de ver a tela compartilhada.

Possibilidade de legendar vídeos em tempo real (closed caption)

O Mconf, a partir da versão 1.1, oferece o recurso de legendar a sessão em tempo real. Ou seja, enquanto um apresentador estiver falando, outro participante pode transcrever em qualquer idioma o que está sendo dito. Caso a sessão seja gravada, o vídeo já aparecerá legendado.

Para utilizar essa funcionalidade (tanto escrever as legendas quanto visualizá-las), é necessário que os participantes troquem o layout da sessão para “Webinar com legendas“. O layout pode ser alterado na barra inferior, como mostra a figura a seguir.


Troca layout da sessão

O novo layout apresenta uma nova janela na interface na qual é possível definir o idioma da legenda que será feita, bem como as configurações da fonte (família da fonte, tamanho, cor e cor de fundo) em que a legenda será exibida. A figura a seguir mostra o layout destacando, em vermelho, a janela de legendas.


Layout “Webinar com legendas”

Ao selecionar o idioma desejado, uma nova aba aparecerá na janela de legenda, com um espaço em branco e o botão ”Assumir”, como mostra a figura a seguir. Essa janela será usada para digitar a legenda durante a conferência, de acordo com o idioma da sessão. A figura mostra essa janela antes do usuário assumir
a responsabilidade por essas legendas. No exemplo, o idioma escolhido foi o inglês.

Janela de legenda

A figura a seguir mostra essa janela depois da configuração de idioma e fonte. Nesse momento, a pessoa que assumiu a legenda deve ficar ouvindo o áudio e digitando a tradução.

Janela de legenda assumida pelo participante

Para os usuários que querem visualizar essas legendas, o processo é simples.  Basta alterar o layout para “Webinar com legendas”. No exemplo anterior, somente o idioma inglês foi assumido, logo, somente esse idioma aparecerá na lista. Além disso, também é possível alterar as configurações de fonte, que serão aplicadas somente para o participante que está vendo as legendas. Na figura a seguir é possível ver essa janela e suas opções.


Janela de legendas – Escolha de legendas

Após selecionar o idioma, a janela muda para o que está sendo digitado pelo participante responsável pelas legendas. A aba da legenda possui o idioma dela, assim como o nome do participante que está transcrevendo a sessão. A figura a seguir mostra um exemplo disso.


Janela de legendas – Visualização das legendas

Possibilidade de criar salas de apoio (breakout rooms), ou dividir os participantes em grupos

Em uma aula remota, salas de apoio permitem a divisão dos alunos em salas virtuais temporárias, para que os mesmos possam fazer um trabalho de grupo. Após o tempo designado ou a decisão pelo moderador, todos voltam ao grande grupo para apresentar os resultados. Esse recurso também pode ser utilizado para o debate privativo da banca, em defesas de Teses e Dissertações remotas.

As salas de apoio estão disponíveis a partir da versão 1.1 do Mconf. Para criá-las, basta clicar no botão de configurações da janela de Usuários, destacado em azul na figura a seguir.

Janela de Usuários

Ao clicar neste botão, várias opções serão exibidas, como mostra a figura a seguir.

Opção para criar as salas de apoio

Somente o moderador da sessão pode criar as salas e atribuir os participantes para cada sala. É possível criar no mínimo duas salas, e no máximo cinco salas. Para definir a distribuição dos participantes entre as salas, basta arrastar o nome do participante para a caixa correspondente à sala escolhida. Na figura a seguir é apresentada uma divisão de participantes entre duas salas.

Figura 3. Divisão dos participantes entre salas

Ao clicar em “Iniciar”, cada participante poderá aceitar o convite, o participante será então retirado da sessão atual e redirecionado à sala criada. Esse convite é mostrado na figura a seguir.

Convite para entrar em uma sala de apoio

Quando todos os participantes da sessão aceitarem o convite, o contato entre eles estará restrito a participantes da mesma sala. O moderador pode ver quantas salas existem na sessão, e quantos participantes cada sala possui. Além disso, ele pode fechar todas as salas de apoio antes do tempo estipulado, fazendo com que todos os participantes voltem para a sessão inicial. A figura a seguir exibe essas opções.

Janela de salas disponível para o moderador

Possibilidade de discar e receber chamadas de dispositivos de hardware SIP

Essa característica permite a integração de videoconferência tradicional via hardware SIP (como equipamentos Polycom, Huawei, Cisco, entre outros), com o sistema de webconferência Mconf. Esse recurso possibilita a participação de reuniões em MCUs (Multipoint Control Units) ou diretamente entre participantes em equipamentos de salas de videoconferências e participantes na webconferência Mconf.

SIP significa Session Initiation Protocol, ou Protocolo de Iniciação de Sessão, e é um protocolo de comunicação para integrar sessões de comunicação multimídia. Dispositivos SIP são dispositivos IP que permitem basicamente a comunicação de voz e vídeo através da rede IP.

No Mconf, a partir da versão 1.1, é possível realizar e receber chamadas de dispositivos SIP. Para a realização de chamadas, basta clicar no botão no canto direito. As duas figuras a seguir mostram esse botão.


Botão “Discar” presente na barra


Botão “Discar” em detalhe

Ao clicar nesse botão, uma janela com um teclado virtual será exibida. Basta digitar o endereço do ponto SIP para o qual se deseja realizar a chamada e clicar no botão “discar”, conforme a figura a seguir:


Janela de chamada para um ponto SIP

O número a ser compartilhado com as pessoas, para o recebimento de chamadas de dispositivos SIP, é aquele que aparece na janela de chat no início da sessão. Os dispositivos podem discar para esse número e ingressar na conferência. A figura a seguir mostra um exemplo.

Autorização de gravação para alunos administradores de grupos (comunidades)

A partir da versão 1.1 do Mconf, é permitida a gravação de conferências para administradores de comunidades do Mconf. Assim, por exemplo, alunos bolsistas terão direito a iniciar a gravação na sala da comunidade, desde que tenham recebido o direito de administrador desta comunidade.

Faça um comentário relacionado ao conteúdo deste documento

avatar