maio 22nd, 2014

Assentamento de peças cerâmicas

Na obra em questão, antes de começar a assentar as peças, o profissional mede e marca na parede a altura da primeira fiada, e confere se o nível está correto. Então coloca um prego em cada extremidade da parede e amarra um fio de nylon, nesta altura, que servirá como guia para a colocação das peças.

Feito isso, é passada argamassa colante em ambas as superfícies, na peça e na parede, com auxílio de uma desempenadeira dentada. Em seguida, a peça é posicionada na parede e recebe algumas batidas com o martelo de borracha para uniformizar a camada de argamassa. A peça é retirada uma vez e as falhas que aparecerem são completadas com argamassa; a peça é reposicionada em seu lugar. O operário confere mais uma vez se há espaços ocos em alguma região, batendo levemente com o cabo do martelo. Se houverem, o processo é repetido, garantindo-se, assim, uma aderência uniforme.

As peças da primeira fiada, caso estejam bem assentadas, são apoiadas com um calço de madeira até a cura completa da argamassa colante.

Para garantir a regularidade dos rejuntes verticais e espaçamento entre as fiadas, utiliza-se um espaçador plástico de 2 mm. Durante o processo, o nível é verificado constantemente com o nível de bolha.

Quando se chega às extremidades da parede, se for preciso cortar a peça, o profissional utiliza um Cortador de Cerâmica de Precisão. Nos casos onde há esperas hidráulicas, ele emprega uma serra-copo diamantada para fazer a abertura na peça.

Matéria elaborada a partir de pesquisa e imagens do aluno Roger Iserhard.

0 Comments

No comments yet.

RSS feed for comments on this post.

Sorry, the comment form is closed at this time.

This work is licensed under GPL - 2009 | Powered by Wordpress using the theme aav1