abril 23rd, 2012

Gesso Acartonado em Divisórias Internas

As paredes de gesso acartonado são constituídas da combinação de uma leve estrutura metálica – formada por perfil de chapa de aço zincado – e placas de gesso acartonado, servindo como divisórias de ambientes ou como revestimento de paredes de alvenaria tradicional. As placas tem o nome de suas matérias primas básicas, o gesso (resistência à compressão) e o papel cartão (resistência à flexão), constituindo finalmente um “sanduíche” cartão-gesso-cartão.

Vantagens:
– Menor espessura das paredes;
– Maior velocidade na sua execução;
– Acomodam-se facilmente em qualquer tipo de estrutura;
– Promovem bom isolamento térmico e acústico;
– Diminuição das cargas nas estruturas;
– Instalações elétricas, hidráulicas, gás, entre outras, são realizadas anteriormente ao fechamento das placas, facilitando estes trabalhos.
– Adaptáveis a vários tipos de revestimentos;
– Boa resistência ao fogo;
– Maior liberdade de projeto

Montagem:
– Estrutura metálica: primeiramente se posicionam as guias (perfis horizontais), assentadas sobre uma fita acústica de neoprene junto ao piso, teto e estruturas de concreto; depois de fixadas as guias, são colocados os montantes, que são as peças verticais, posicionadas no interior das guias com o espaçamento adequado entre si (em geral entre 40 cm e 60 cm). O nivelamento das peças deve ser realizado de forma criteriosa. A linha de guias e montantes pode ser duplicada, gerando assim um espaçamento maior no interior da parede, com objetivo de facilitar as instalações futuras neste espaço ou apenas para adaptabilidade ao projeto, fazendo assim com que a espessura final da parede possa variar.
– Após fixado o quadro estável determinado pelos perfis metálicos, procede-se à instalação dos elementos complementares, como elétricos e hidráulicos. Além disso, pode ser feito o isolamento térmico e acústico, através da utilização de materiais especiais como lã de vidro ou rocha.
– Em seguida as placas de gesso acartonado são fixadas na estrutura metálica, através de parafusos especiais, realizando assim o fechamento da parede.
– Finalizadas todas as etapas anteriores, inicia-se o tratamento das juntas entre as placas, que pode ser realizado com massa e fita adequadas.

Matéria elaborada a partir de pesquisa e imagens da aluna Renata Berger da Silva

0 Comments »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a comment

You must be logged in to post a comment.

This work is licensed under GPL - 2009 | Powered by Wordpress using the theme aav1