junho 23rd, 2011

Paredes Diafragma Moldadas in loco: Lama Bentonítica e Concretagem

A injeção de lama bentonítica é utilizada na construção de paredes diafragmas ou cortinas moldadas no local, estabilizando as paredes dos painéis e evitando que estas desmoronem devido ao empuxo da terra durante o processo da escavação e concretagem.  

A concretagem é feita com concreto usinado, lançado dentro do painel escavado com a ajuda de um funil. Ao ser lançado, por ser mais denso que a lama, ele a expulsa e vai preenchendo as lamelas de baixo para cima. Esta lama é bombeada para fora e passará para um tanque de decantação a fim de ser reaproveitada. Para ocorrer este reaproveitamento, a lama não deve estar contaminada com areia, argila ou silte, devendo, portanto, ser uma mistura somente de água e bentonita. Caso isso ocorrer, ela deve passar por um reciclador, que tem funcionamento semelhante a uma peneira, retirando os resíduos indesejados.  São utilizados dois tipos de formas para a concretagem dos painéis ou lamelas. Estas formas são também chamadas de “chapas”: a chapa-espelho, que estrutura o vazio e dá o acabamento à superfície maior da lamela, e a chapa-junta. Esta última cria reentrâncias côncavas e convexas (tipo “macho-e-fêmea”) para que as lamelas se unam verticalmente, estabelecendo continuidade na parede.

O concreto utilizado em cada lamela deve ser submetido ao teste de slump, para verificar sua plasticidade, e à moldagem de corpos de prova, para controle da resistência da parede diafragma – uma vez que ela tem que resistir às cargas laterais, que são os chamados empuxos de terra.

Após determinado tempo o concreto entra no chamado período da “pega”, ou seja, em que já deve ter começado a endurecer, adquirindo uma estabilidade própria, mas não tendo ainda endurecido totalmente, possibilitando a retirada das formas das lamelas e permitindo seu reaproveitamento.  As formas utilizadas devem ser bem lavadas para que não venham a prejudicar as futuras concretagens.

Matéria elaborada a partir de pesquisa e imagens dos alunos Maria Lourdes Brizuela de Seadi e Adriano Ledur

This work is licensed under GPL - 2009 | Powered by Wordpress using the theme aav1