maio 14th, 2012

Produção de Painéis Pré-fabricados

A tecnologia utilizada nesta obra foi a de painéis portantes, que são estruturas de concreto armado fabricados no próprio canteiro. Este painel sustenta toda a estrutura da edificação e funciona como vedação das habitações. Esta tecnologia trabalha considerando três elementos principais na construção: lajes, escadas e painéis portantes.

A industrialização da construção civil requer controles de qualidade e de produção mais rigorosos. Nesta obra, houve uma constante preocupação com a correta colocação das armaduras durante a concretagem, devido a pouca espessura do painel (cerca de 10 centímetros); e com a rastreabilidade do concreto utilizado.

Os painéis e as lajes foram produzidas no próprio canteiro. O concreto utilizado é o usinado, com FCK 30, e auto-adensável, visto que os painéis são de espessura reduzida e com alta taxa de armadura. Mesmo assim, alguns painéis precisaram ser retocados ou descartados, pois o sistema exige excelente acabamento, restando somente a pintura a como acabamento final.

Preparação para a concretagem

Para garantir a rastreabilidade, a concretagem de cada pavimento foi programada para ser feita de uma única vez, utilizando o concreto usinado de apenas um caminhão. Após a desforma, foi marcado diretamente no painel o número de série do concreto o qual foi devidamente documentado.

O aço foi fornecido dobrado; as armaduras foram montadas em gabaritos, já com os eletrodutos nelas fixados, e depois foram transferidas para as formas metálicas onde foram concretados os painéis. Nos painéis de vedação vertical foram deixados vãos para a colocação de esquadrias. Após 20 horas de cura, foi feita a desforma.

Transporte e montagem

Para o transporte dos painéis portantes, foi montado um pórtico treliçado em estrutura metálica com trilhos e guinchos. Os locais de concretagem e de montagem também foram considerados na logística da obra, para diminuir os deslocamentos.

Na concretagem dos painéis, foram deixados ganchos metálicos para sua manipulação. No momento da montagem, após o devido escoramento, os painéis vizinhos eram solidarizados através da solda de seus ganchos. Após este procedimento, o local da solda era grauteado.

As lajes foram apoiadas em encaixes e ganchos deixados nos topos dos painéis, depois foi executada uma fina capa de concreto moldado in-loco para regularizar a laje, que é originalmente rugosa. Junto à concretagem das lajes foi moldada uma pingadeira em cada pavimento, para evitar uma futura infiltração de água no topo do painel.

A construtora preparou equipes de montagem para cada um dos blocos de edificação, tendo cada um dos chefes recebido treinamento específico, configurando assim seu plano de ataque da obra. Essa tecnologia  apresenta-se como uma opção de sistema de produção para obras de custo controlado e com curto prazo para execução.

Matéria elaborada a partir de pesquisa e imagens da aluna Karina Rosa de Deus

This work is licensed under GPL - 2009 | Powered by Wordpress using the theme aav1