UFRGS é selecionada para Operação 2020 ‘Portal do Sertão’ do Projeto Rondon

A UFRGS foi uma das instituições de ensino superior (IES) selecionadas para a Operação ‘Portal do Sertão’, do Projeto Rondon, que será realizada de 16 de julho a 2 de agosto deste ano em 12 cidades no estado da Bahia.

O resultado final do processo seletivo foi divulgado pelo Ministério da Defesa nesta quarta-feira, 29 de janeiro, com a seleção de 25 IES. A UFRGS conquistou a segunda melhor nota, 96 pontos, e foi a sétima classificada no Conjunto A – Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde.

Nesta operação participarão os professores Liliane Ferrari Giordani, como coordenadora-geral, e André Carissimi, coordenador-adjunto, e oito estudantes de graduação. Os rondonistas atuarão em atividades de extensão voltadas ao desenvolvimento sustentável e permanente das comunidades, ao bem-social e à qualidade de vida nas comunidades carentes.

Para isso, os alunos utilizarão habilidades universitárias, fator que contribuirá com a formação cidadã do estudante da UFRGS. “A seleção dos oitos alunos se dará por edital a ser divulgado nos próximos dias. A equipe será multidisciplinar, envolvendo diversos cursos”, adianta Carissimi, coordenador do Núcleo de Extensão Rondon da UFRGS.

As cidades em que a UFRGS irá atuar serão divulgadas pelo Ministério da Defesa na segunda-feira, dia 3 de fevereiro. “O aluno que participa do Rondon tem uma formação diferenciada, uma vez que ele está com contato com uma nova cultura, com outros hábitos, além de ter a oportunidade de conhecer outro estado. Para muitos, será a primeira vez em que estarão fora do Rio Grande do Sul, em confronto com uma realidade diversa. É uma experiência muito rica”, complementa André, que segue para a sua quinta Operação Rondon.

Sandra de Deus, pró-reitora de Extensão (Prorext), reforça que a participação da UFRGS no Rondon se torna, a cada ano, mais importante. “Participar de atividades desse tipo propicia aos nossos estudantes muita experiência. Ainda, é importante colocar que a qualificação do nosso núcleo fez com que a Universidade esteja presente nas últimas edições do projeto”.

A Operação ‘Portal do Sertão’

O processo selecionou 25 instituições de ensino superior do Brasil, sendo que 12 delas atuarão no Conjunto A – Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde, 12 no Conjunto B – Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho, e uma (1) no Conjunto C – Comunicação Social.

Estão envolvidos cerca de 240 rondonistas, entre professores e estudantes, e a concentração dos participantes será em Feira de Santana (BA), no dia 16 de julho.

Projeto Rondon na UFRGS

Na década de 1970, o Brasil viveu a Fase I do Rondon. Naquela época, a UFRGS mantinha um Campus Avançado em Porto Velho (Rondônia), extinto em 1980. Em 2005, o projeto foi retomado pelo Ministério da Defesa a partir de uma iniciativa da União Nacional dos Estudantes (UNE). Nesta nova fase, a atividade passou a ter um caráter mais educativo. Em 2014, a UFRGS retornou para o Rondon e, desde então, é selecionada todos os anos para desenvolver ações extensionistas pelo Brasil.

“O Rondon é um dos maiores projetos de extensão do Brasil. Mais de 100 IES pleitearam a participação da edição 2020, mas somente 25 foram selecionadas. A UFRGS é uma delas, reforçando a sua importância enquanto universidade federal de reconhecida qualidade, estabelecendo a sua posição de liderança no ensino, na pesquisa e na extensão”, frisa Carissimi.

Acompanhe o edital de seleção de estudantes e outras informações sobre o Núcleo de Extensão Rondon da UFRGS nos seguintes canais:

http://www.inf.ufrgs.br/rondon/

projetorondon@ufrgs.br

Instagram: nucleo_rondon_UFGRS

FanPage: https://www.facebook.com/projetorondon.ufrgs/

 

Foto: Núcleo de Extensão Rondon da UFRGS – Divulgação

Fonte: Secretaria de Comunicação