ufrgs.png
  Ramiro Barcelos, 2400 Santa Cecília Porto Alegre, RS

Comissão de Graduação em Medicina

 

Composição Biênio 2018-2019

Medicina Interna – Prof. Charles LubiancaKohem

Pediatria – Prof. Leandro Meirelles Nunes

Cirurgia – Prof. Oly Campos Corleta

Patologia – Profª Francine Hehn de Oliveira

Medicina Social – Profª Cristina Rolim Neumann

Oftalmologia e Otorrinolaringologia – Prof. Fernando Procianoy

Ginecologia e Obstetrícia – Prof. Sérgio Martins Costa

Psiquiatria e Medicina Legal – ProfªLisia Von Diemen

Microbiologia, Parasitologia e Imunologia – Prof. João Henrique Kanan

Fisiologia – ProfªNadjaSchroder

Farmacologia – Rafael SelbachScheffel

Biofísica – Profª Fabiana Horn

Rep. Técnico – Alexandre Marques Velho

Acadêmica – ThaymêLuisa de S. Pires

Acadêmico – Floriano Sommer

Acadêmico – Ricardo Scherer

Acadêmico – Daniel da Silva Souza

 

Coordenadora: Profª Cristina Rolim Neumann

Coordenador Substituto: Prof. Oly Campos Corleta

 

Equipe Técnica da COMGRAD/MED:

Técnico em Assuntos Educacionais: Alexandre Marques Velho

Secretárias: Adriana Saldanha Ferrari, Carla Rosane da Costa Alves e Liana Dolniak

 

Endereço para Correspondência e Contato:

End.: Rua Ramiro Barcelos, 2400 - 4° andar –bairro: Santa Cecília – Porto Alegre/RS – CEP: 90035-003

Fone: (51) 3308-5274

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Informações Regimentais:

Conforme capítulo IV, Art. 27 a 32, da Decisão 104/2017 do Conselho Universitário (CONSUN)de 31/03/2017, tendo em vista o constante no processo nº 23078.022581/2015-27, de acordo com o Parecer nº 307/2016 da Comissão de Legislação e Regimentos, que aprovou o Regimento Interno da Faculdade de Medicina, fica estabelecido:

Art. 27- As comissões de graduação sediadas na Faculdade de Medicina da UFRGS, sem prejuízo de outras que vierem a ser criadas, são:

I - Comissão de Graduação em Medicina (COMGRAD-MED);

II - Comissão de Graduação em Nutrição (COMGRAD-NUT).

  • 1º - A Comissão de Graduação em Medicina apresenta a seguinte composição:

I - A representação permanente constará de um representante docente de cada departamento da Faculdade de Medicina que tenha uma ou mais disciplinas obrigatórias alocadas no currículo do Curso de Graduação em Medicina, eleito por voto secreto pelo respectivo plenário; um representantetécnico-administrativo em educação, eleito por seus pares dentre aqueles lotados na Comissão de Graduação de Medicina; e a representação discente na forma da lei.

II - Dentre os departamentos de outras unidades que ofereçam pelo menos uma disciplina obrigatória no Curso de Graduação em Medicina, serão escolhidos quatro docentes, sob a forma de rodízio, em reunião convocada e presidida pelo Presidente da Câmara de Graduação, com a participação dos respectivos chefes de departamento.

  • 2º - A Comissão de Graduação em Nutrição apresenta a seguinte composição:

I - A representação permanente constará de dois representantes docentes de cada grande área da nutrição (Alimentação Coletiva, Nutrição Clínica e Nutrição Social), todos pertencentes ao Departamento de Nutrição, e um representante de outros departamentos da Faculdade de Medicina que tenha pelo menos uma disciplina obrigatória alocada no currículo do Curso de Graduação em Nutrição, eleitos por voto secreto pelos respectivos plenários; quatro representantes discentes e um representante técnico administrativo em educação, eleito por seus pares dentre aqueles lotados na Comissão de Graduação de Nutrição.

II - Dentre os departamentos de outras unidades que ofereçam pelo menos uma disciplina obrigatória no Curso de Graduação em Nutrição, serão escolhidos quatro docentes vinculados aos departamentos, sob a forma de rodízio, em reunião convocada e presidida pelo Presidente da Câmara de Graduação, com a participação dos respectivos chefes de departamento.

  • 3º - Os mandatos dos membros das comissões de graduação serão de dois anos, salvo os dos representantes discentes, que serão de um ano, permitida uma recondução em ambos os casos.
  • 4º - Cada representante das comissões de graduação terá um suplente escolhido da mesma forma que o titular.

Art. 28 - Compete às comissões de graduação:

I - propor ao Conselho da Faculdade de Medicina, ouvidos os departamentos envolvidos e o núcleo docente estruturante, a organização curricular e atividades correlatas dos cursos correspondentes;

II - avaliar periódica e sistematicamente o currículo vigente, com vistas a eventuais reformulações e inovações, deliberando sobre a organização e inovações curriculares, sujeitas à aprovação do Conselho da Faculdade de Medicina e homologação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão;

III - propor ações ao Conselho da Faculdade de Medicina, relacionadas ao ensino de graduação;

IV - avaliar os planos de ensino elaborados pelos departamentos, o desempenho global das disciplinas e o desempenho individual dos docentes em suas funções didáticas;

V - orientar academicamente os alunos e proceder a sua adaptação curricular;

VI - deliberar sobre processo de ingresso, observando a política de ocupação de vagas estabelecida pela Universidade e pela Faculdade de Medicina;

VII - aprovar e encaminhar periodicamente à Direção a relação dos alunos aptos a colar grau;

VIII - supervisionar o ensino das disciplinas integrantes do currículo do curso;

IX - manifestar-se nos casos de recusa de matrícula ou desligamento de alunos do respectivo curso;

X - atuar, como instância final nos casos de recurso interposto em matéria de atribuição de conceito, nos termos do artigo 136 do Regimento Geral da Universidade;

XI - elaborar, ouvidos os departamentos, os horários das disciplinas, observando o disposto no artigo 133 do Regimento Geral da Universidade;

XII - analisar e deliberar equivalências às solicitações de atividades de ensino do currículo obrigatório requeridas pelos alunos que ingressem em mobilidade acadêmica;

XIII - analisar e deliberar sobre créditos complementares.

Art. 29 - Os coordenadores e coordenadores substitutos das comissões de graduação serão eleitos, por voto secreto, pelos seus membros, com mandatos de dois anos, sendo permitida uma recondução.

  • 1º - O Coordenador e o Coordenador Substituto da Comissão de Graduação em Medicina deverão ser graduados em medicina.
  • 2º - O Coordenador e o Coordenador Substituto da Comissão de Graduação em Nutrição deverão ser graduados em nutrição.

Art. 30 - Compete aos coordenadores:

I - convocar e presidir as reuniões das respectivas comissões de graduação, com voto de qualidade;

II - participar da eleição de representantes para a Câmara de Graduação;

III - apresentar ao Conselho da Faculdade de Medicina, ouvida a respectiva comissão de graduação, o plano de metas bianual, no prazo máximo de noventa dias após a posse;

IV - enviar ao Diretor da Faculdade de Medicina o relatório anual de atividades, até 31 de janeiro do ano seguinte ao do exercício ao qual se referir, para posterior submissão à apreciação do Conselho da Faculdade de Medicina;

V - representar o respectivo curso nas situações que digam respeito às suas competências.

Art. 31 - O funcionamento das comissões de graduação obedecerá às seguintes disposições:

I - as comissões reunir-se-ão quando convocadas pelo seu coordenador, no mínimo mensalmente, ou por solicitação de um terço de seus membros, deliberando por maioria simples, presente a maioria absoluta dos membros;

II - o não comparecimento a três reuniões consecutivas ou a cinco intercaladas durante o ano letivo, por parte de qualquer integrante das comissões de graduação, sem motivo justificado, acarretará perda de mandato, declarada de ofício, pelo coordenador;

III - As comissões contarão com suporte administrativo para o desenvolvimento de suas atividades.

Art. 32 - Haverá uma comissão de internato para o Curso de Graduação em Medicina, constituída pelos regentes de cada área do internato, por umaluno de graduação matriculado em cada semestre letivo do internato, por um servidor técnico-administrativo em educação, que exercerá cumulativamente a função de secretário, e pelo Vice-Diretor da Faculdade, que será o coordenador.

  • 1º - A comissão de internato deverá opinar sobre todos os assuntos que se relacionarem ao ensino do internato.
  • 2º - As decisões da comissão de internato deverão ser submetidas à homologação da Comissão de Graduação em Medicina sempre que interferirem com decisões de sua alçada.

 

 

Ramiro Barcelos, 2400 -Bairro: Santa Cecília | Porto Alegre, RS