Estado lança serviço de Telecuidado Farmacêutico voltado a idosos com doenças respiratórias

No dia 05 de maio, o governo do Estado do RS lançou o Telecuidado Farmacêutico, um serviço de acompanhamento remoto aos pacientes que retiram medicamentos nas Farmácias de Medicamentos Especiais do Estado. Devido às limitações estabelecidas durante o período de pandemia, o governador Eduardo Leite anunciou o serviço em transmissão ao vivo pela internet.

O programa funcionará da seguinte forma, farmacêuticos entrarão em contato com esses usuários de medicamentos – cerca de 15 mil pessoas no Estado –, de modo remoto, via telefone ou videoconferência, a fim de orientá-los a respeito da adesão ao tratamento, do controle da doença, do uso dos medicamentos, dos sintomas relacionados à Covid-19 e de dúvidas relacionadas ao tratamento de cada um.

O Telecuidado Farmacêutico é voltado especialmente a idosos com doenças crônicas respiratórias, como asma e doença pulmonar obstrutiva crônica, que são grupo de risco da Covid-19.

A coordenadora de Cuidado Farmacêutico da Secretaria Estadual da Saúde (SES), Agnes Nogueira, explicou que o serviço está relacionado  a atual situação de pandemia, pois a cada 10% de aumento de adesão ao tratamento de doenças respiratórias, há uma queda de 7% do número de internações. “Se melhorarmos o uso de medicamentos, melhora a adesão ao tratamento dos pacientes e, assim, podemos diminuir o número de internações”, detalha Agnes.

Neste primeiro momento, serão contatados os usuários de medicamentos de Porto Alegre e, em seguida, serão inclusos também os moradores de outras cidades.

Fonte: https://estado.rs.gov.br/inicial

 

Serviço de Telecuidado Farmacêutico da SES e governador RS

Coordenadora de Cuidado Farmacêutico da SES, Agnes Nogueira, ao lado de Leite, durante anúncio do novo serviço – Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini