Caninana (Spilotes pullatus)

Foto: Leandro Avelar [CC BY-SA 4.0], via Wikimedia Commons

Habitat: No Brasil ocorre no Cerrado, na Mata Atlântica e na Floresta Amazônica.
Distribuição: As caninanas produzem em média oito ovos que 12 podem estar distribuídos igualmente ou não entre os ovários. Os ovos postos na primavera são incubados em média por 73 dias e a eclosão ocorre durante o verão.
Hábito de vida: Serpente arborícula, diurna e terrestre.
Características gerais: A caninana é um dos maiores colubrídeos da América do Sul, sua coloração é negra da cabeça e no dorso, com faixas e manchas amarelas. Produz, em média, oito ovos que podem estar distribuídos igualmente ou não entre os ovários. Os ovos postos na primavera são incubados em média por 73 dias e a eclosão ocorre durante o verão. Caça de forma ativa em ninhos e abrigos, no chão e em copas de árvores.
Palavras-chave: caninana, Spilotes pullatus, cobra-de-frango, cobra-de-rato-amarelo; Família Colubridae, Ordem Squamata, Classe Reptilia.

Referências:

Fraga, R. D., Lima, A. P., Prudente, A. L. D. C., & Magnusson, W. E. (2013). Guia de Cobras da Região de Manaus Amazônia Central.

Muniz da Silva; D. F., Ciclo Reprodutivo da Caninana, Spilotes pullatus (Linnaeus. 1758), (Serpentes, Colubridae). 2012.

Este projeto procurará proporcionar a todos os cidadãos interessados informações de qualidade referentes as espécies da fauna do Rio Grande do Sul.