Corredeira-carenada (Thamnodynastes hypoconia)

Foto:
Miranda J, Lopes Costa JC, Duarte da Rocha CF (2012) / CC BY via Wikimedia Commons

Grau de Ameaça: IUCN – LC / RS – LC

Habitat:  Pode ser encontrada nos estratos mais altos da vegetação forrageando.

Distribuição:  Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

Hábito de vida: Noturno e semi-arborícola (muitas vezes pode ser encontrada em arvores)

Características gerais: É uma espécie de pequeno/medio porte. Alimenta-se de sapos e lagartos. É vivípara, sua ninhada varia de 4 a 12 filhotes. Quando ameaçada, costuma desferir botes e achatar seu corpo dorso-ventralmente, seu veneno pode causar edema e dor no local da picada, sem registro de acidentes graves em humanos.

Palavras-chave: Classe Reptilia, Ordem Squamata, Família Dipsadidae, Herpetofauna.

Referências Bibliográficas:

Arzamendia, V., Fitzgerald, L., Giraudo, A., Montero, R. & Williams, J. 2019. Thamnodynastes hypoconia . The IUCN Red List of Threatened Species 2019: e.T15183091A15183105. https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2019-3.RLTS.T15183091A15183105.en. Downloaded on 17 March 2020.

Biodiversidade. Regiões da Lagoa do Casamento e dos Butiazais de Tapes, planície costeira do Rio Grande do Sul. Brasília: MMA/SBF, 2006. p. 292-314. https://www.mma.gov.br/estruturas/chm/_arquivos/cap_21_lagoa_casamento.pdf

FZBRS Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul. 2014. Avaliação do Estado de Conservação de Espécies da Fauna. Lista Vermelha da Fauna.

Rebelato, Marluci Müller. Biologia reprodutiva e ecologia trófica de Thamnodynastes hypoconia (Serpentes: Dipsadidae) em ambientes úmidos subtemperados do extremo sul brasileiro. MS thesis. 2014.

Autora: Dafne Vasques
Revisor: Filipe Ferreira

Este projeto procurará proporcionar a todos os cidadãos interessados informações de qualidade referentes as espécies da fauna do Rio Grande do Sul.