Gato-maracajá (Leopardus wiedii)

Grau de Ameaça: IUCN – NT / RS – EN

Habitat: Vivem em áreas de floresta predominantemente.​

Distribuição: No estado são encontrados na Mata Atlântica e no Pampa.Mapa de distribuição conforme a IUCN.

Hábito de vida: Noturno e arborícula​

Características gerais : Assemelha-se muito com a Jaguatirica, porém atingindo o tamanho de um gato doméstico apenas. Possui calda longa, olhos grandes, orelhas maiores e mais arredondadas. Pelagem com manchas sólidas e espaçadas. Alimentam-se de pequenos mamíferos, aves e anfíbios.​

Palavras-chave: Gato-maracajá, Leopardus wiedii, Margay, Tree Ocelot, Caucel, Gato Montés, Gato Pintado, Tigrillo, Classe Mammalia, Ordem Carnivora, Família Felidae.​

Referências Bibliográficas:​

DE OLIVEIRA, T., PAVIOLO, A., SCHIPPER, J., BIANCHI, R., PAYAN, E. & CARVAJAL, S.V. 2015. Leopardus wiedii. The IUCN Red List of Threatened Species 2015: e.T11511A50654216. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2015-4.RLTS.T11511A50654216.en. Downloaded on 08 September 2018.

GONÇALVES, L. G. et al. Mamíferos do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Pacartes, 2014. 212 p.; il. Color. ISBN 978-85-62689-93-2.​

TIRELLI, F.T.; EIZIRIK, E.; TRIGO, T.; MAZIM, F.; ESPINOSA, C.; SOARES, J.B.; QUEIROLO, D.; ALBANO, A.P.; CRAWSHAW JR., P.G.; KASPER, C.B.; PETERS, F.; SANA, D., 2016. Cartilha informativa Felídeos do RS. Patrocínio gráfico: Fundação Grupo o Boticário.

RIO GRANDE DO SUL. 2014. Decreto Estadual n° 51.797, de 08 de setembro de 2014. Declara as Espécies da Fauna Silvestre Ameaçadas de Extinção do Rio Grande do Sul. Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.​

Autor: Filipe Ferreira da Silveira – Revisora: Flávia Tirelli – BiMaLab (UFRGS)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Este projeto procurará proporcionar a todos os cidadãos interessados informações de qualidade referentes as espécies da fauna do Rio Grande do Sul.