Elefante-marinho-do-sul (Mirounga leonina)

Foto: Butterfly austral – Serge Ouachée

Grau de Ameaça: IUCN – LC.

Habitat: Regiões costeiras. Ocorre apenas ocasionalmente no Estado.

Distribuição:
Litoral do RS. Mapa de distribuição conforme a IUCN

Hábito de vida: Diurno

Características gerais: Popularmente conhecidos como Elefantes-marinho-do-sul, devido a presença de uma tromba inflável de aproximadamente 10cm. De coloração prateada, machos podem atingir até 6 metros e mais de 3 mil Kg, enquanto as fêmeas medem até 3m e pesam no máximo 600Kg. Sendo o maior dimorfismo sexual entre os mamíferos. Alimentam-se de peixes e lulas, mas ocasionalmente caçam focas e pinguins.

Palavras-chave: Elefante-marinho-do-sul, Mirounga leonina, Southern Elephant Seal, South Atlantic Elephant-seal, Southern Elephant-seal, Elefante Marino del Sur, Classe Mammalia, Ordem Carnivora, Família Phocidae

Referências Bibliográficas:

GONÇALVES, L. G. et al. Mamíferos do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Pacartes, 2014. 212 p.; il. Color. ISBN 978-85-62689-93-2.

HOFMEYR, G.J.G. 2015. Mirounga leonina. The IUCN Red List of Threatened Species 2015: e.T13583A45227247. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2015-4.RLTS.T13583A45227247.en. Downloaded on 28 September 2018.

MARQUES, A. A. B. et al. Lista de Referência da Fauna Ameaçada de Extinção no Rio Grande do Sul. Decreto no 41.672, de 11 junho de 2002. Porto Alegre: FZB/MCT–PUCRS/PANGEA, 2002. 52p. (Publicações Avulsas FZB, 11)

RIO GRANDE DO SUL. 2014. Decreto Estadual n° 51.797, de 08 de setembro de 2014. Declara as Espécies da Fauna Silvestre Ameaçadas de Extinção do Rio Grande do Sul. Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.​

Autor: Filipe Ferreira da Silveira – Revisor: Mateus Zimmer – BiMaLab (UFRGS)

Este projeto procurará proporcionar a todos os cidadãos interessados informações de qualidade referentes as espécies da fauna do Rio Grande do Sul.