Ordem Chiroptera

Os Quirópteros (Ordem Chiroptera) são os únicos mamíferos voadores. Isso se deve a uma série de adaptações morfológicas como: Mãos com dedos longos (exceto o polegar) que são interligados por uma membrana que se estende até o tornozelo. Sua asa é elástica e formada por duas camadas de epiderme, com músculos, tecido conjunto, vasos sanguíneos e nervos. Seus polegar é o único membro livre da asa. Quando há cauda, essa é ligada a membrana, formando o uropatágio. Os morcegos utilizam como sistema de localização e comunicação a ecolocalização. Esses animais emitem ultrassons no ambiente e através da percepção do retorno da onda sonora quando bate em um objeto os morcegos conseguem perceber o ambiente a seu redor. Por conta deste sofisticado sistema de localização esse animais são capazes de caçar na mais absoluta escuridão presas em pleno voo. Alguns morcegos apresentam ainda a folha nasal, uma estrutura facial que auxilia na ecolocalização. No RS atualmente são encontradas 4 famílias: Família PhyllostomidaeFamília Molossidae, Família NoctilionidaeFamília Vespertilionidae. Dentro dessas famílias é possível encontrar morcegos com os mais variados hábitos de alimentação: insetívoros, frugívoros, nectarívoros, onívoros, piscívoros e hematófagos.

Referências Bibliográficas:

The IUCN Red List of Threatened Species. Version 2018-1. <www.iucnredlist.org>. Downloaded on 08 September 2018.

SILVA, Flávio. Mamíferos silvestres, Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, 1994.

Autor: Filipe Ferreira da Silveira – BiMaLab (UFRGS)

Apoio:Roberto L.M. Novaes – Blog Morcegos do Brasil

Morcegos do Brasil

Este projeto procurará proporcionar a todos os cidadãos interessados informações de qualidade referentes as espécies da fauna do Rio Grande do Sul.