Morcego-beija-flor (Glossophaga soricina)

Autora: Maria João Ramos Pereira

Grau de Ameaça: IUCN – LC

Habitat: Habitam florestas, pomares, formações arbustivas, áreas urbanas e áreas rurais.

Distribuição: Distribuição conforme a IUCN.

Hábito de vida: Abriga-se em cavernas, túneis, bueiros, minas abandonadas, ocos de árvores, troncos e residências. Normalmente, formam colônias pequenas a médias, contendo indivíduos de ambos os sexos. Femeas e seus filhotes podem formar grandes colônias maternas durante certas épocas do ano.

Características gerais: Conhecido popularmente como morcego beija-flor. É caracterizado por língua e focinho compridos, adaptações específicas para a visitação floral noturna. Alimentam-se de pólen, néctar e pequenos insetos. Devido aos grãos-de-pólen que ficam aderidos a sua cabeça quando visitam as flores em busca de alimento, é considerado um agente polinizador. Sua coloração varia em tons de marrom-acinzentado, sendo o seu ventre mais claro. Possui ainda orelhas pequenas, arredondadas e bem separadas entre si.

Palavras-chave: Morcego beija-flor, Glossophaga soricinaPallas’s Long-tongued Bat, Classe Mammalia, Ordem Chiroptera, Família Phyllostomidae.

Para mais informações: http://morcegosdobrasil.blogspot.com/

Referências Bibliográficas:

BARQUEZ, R., PEREZ, S., MILLER, B. & DIAZ, M. 2015. Glossophaga soricina. The IUCN Red List of Threatened Species 2015: e.T9277A22107768. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2015-4.RLTS.T9277A22107768.en. Downloaded on 18 September 2018.

GONÇALVES, L. G. et al. Mamíferos do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Pacartes, 2014. 212 p.; il. Color. ISBN 978-85-62689-93-2.

REIS, Nelio Roberto et al. (Ed.). História natural dos morcegos brasileiros: chave de identificação de espécies. Technical Books Editora, 2017.

Autor: Filipe Ferreira da Silveira – Revisora: Cíntia Fernanda da Costa – BiMaLab (UFRGS)

 

Este projeto procurará proporcionar a todos os cidadãos interessados informações de qualidade referentes as espécies da fauna do Rio Grande do Sul.