Família Myrmecophagidae

Autênticos representantes da região Neotropical, os tamanduás, assim como seus ancestrais, tem sua distribuição restrita a esta área geográfica. Possuem como características marcantes o crânio alongado e sem dentes, língua cumprida e vermiforme e o terceiro dedo dos membros anteriores com uma unha foiciforme muito forte e cortante. Locomovem-se apoiando os membros anteriores, com as unhas livres do solo e voltadas para o lado interno dos membros. Sua língua fina e muito bem adaptada a captura de presas dentro de orifícios no ambiente. Sua temperatura corporal é baixa, o que explica seu comportamento letárgico e a criptorquidia (testículos dentro da cavidade abdominal) presente nos animais deste grupo. Apesar de possuírem um olfato apurado, sua visão e audição não são muito desenvolvidas.

Referências Bibliográficas:

The IUCN Red List of Threatened Species. Version 2018-1. <www.iucnredlist.org>. Downloaded on 12 September 2018.

SILVA, Flávio. Mamíferos silvestres, Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, 1994.

Autor: Filipe Ferreira da Silveira – BiMaLab (UFRGS)

Este projeto procurará proporcionar a todos os cidadãos interessados informações de qualidade referentes as espécies da fauna do Rio Grande do Sul.