Camundongo-do-campo (Calomys tener)

Grau de Ameaça: IUCN – LC.

Habitat: Florestas, áreas abertas e até mesmo dunas.

Distribuição: Distribuição conforme a IUCN.

Hábito de vida: Terrícolas e noturnos/crespuculares.

Características gerais: Seu nome significa “rato bonito”. Pesam entre 15 e 30g, com cauda menor que o corpo e olhos relativamente grandes. Alimentam-se de frutas, brotos, raízes e especialmente grãos. São utilizados como modelo animal em diversos estudos científicos. Possuem dorso acizentado e ventre mais claro. Fêmeas têm entre 2 e 8 crias por ninhada.

Palavras-chave: Camundongo-do-campo, Calomys tener, Delicate Vesper Mouse, Delicate Laucha, Classe Mammalia, ordem Rodentia, Família Cricetidae.

Referências Bibliográficas:

GONÇALVES, L. G. et al. Mamíferos do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Pacartes, 2014. 212 p.; il. Color. ISBN 978-85-62689-93-2.

LEITE, Y. & PATTERSON, B. 2016. Calomys tener (errata version published in 2017). The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T3617A115066286. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-3.RLTS.T3617A22335203.en. Downloaded on 01 October 2018.

RIO GRANDE DO SUL. 2014. Decreto Estadual n° 51.797, de 08 de setembro de 2014. Declara as Espécies da Fauna Silvestre Ameaçadas de Extinção do Rio Grande do Sul. Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.​

Autor: Filipe Ferreira da Silveira – Revisor: Izidoro S. Amaral – BiMaLab (UFRGS)

 

Este projeto procurará proporcionar a todos os cidadãos interessados informações de qualidade referentes as espécies da fauna do Rio Grande do Sul.