Rato-d’água (Scapteromys aquaticus)

Grau de Ameaça: IUCN – LC.

Habitat: Planície costeira e áreas alagadiças.

Distribuição: Sul e sudeste do Estado. Recentemente houve registro da espécie no município de São Borja. Mapa de distribuição conforme a IUCN.

Hábito de vida: Semiaquático e noturno.

Características gerais: Suas patas apresentam membrana interdigital, assim como as rãs, facilitando o deslocamento no ambiente aquático. De dorso acinzentado e ventre esbranquiçado. Cauda um pouco menor que o comprimento da cabeça e corpo. Orelhas relativamente curtas, densamente cobertas por pelos. Possuem patas posteriores maiores que as anteriores. Possuem uma dieta insetívora, mas também devoram plantas em menor quantidade. Escavam o solo à procura de poliquetas e oligoquetas que vivem próximos à água. Uma provável espécie relacionada não formalmente descrita ocorre apenas nos Campos de Cima da Serra. Podem ser vistos se alimentando sobre a vegetação durante o crepúsculo. Utilizam, como ninhos, vegetação densa, hastes de junco próximas à lâmina da água. Pouco abundantes, mas possíveis de serem visualizados na natureza. Para diferenciar de demais espécies do gênero, é necessária análise de caracteres internos da morfologia cranial, cariótipo e sequenciamento de DNA.

Palavras-chave: Rato-d’água, Scapteromys aquaticus, Classe Mammalia, Ordem Rodentia, Família Cricetidae.

Referências Bibliográficas:

D’ELIA, G. & PARDINAS, U. 2016. Scapteromys aquaticus (errata version published in 2017). The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T136549A115209794. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-3.RLTS.T136549A22389549.en. Downloaded on 18 September 2018.

GONÇALVES, L. G. et al. Mamíferos do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Pacartes, 2014. 212 p.; il. Color. ISBN 978-85-62689-93-2

MARQUES, A. A. B. et al. Lista de Referência da Fauna Ameaçada de Extinção no Rio Grande do Sul. Decreto no 41.672, de 11 junho de 2002. Porto Alegre: FZB/MCT–PUCRS/PANGEA, 2002. 52p. (Publicações Avulsas FZB, 11)

RIO GRANDE DO SUL. 2014. Decreto Estadual n° 51.797, de 08 de setembro de 2014. Declara as Espécies da Fauna Silvestre Ameaçadas de Extinção do Rio Grande do Sul. Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. ​

Autor: Filipe Ferreira da Silveira – Revisor: Bruno Tubino Noronha – BiMaLab (UFRGS)

Este projeto procurará proporcionar a todos os cidadãos interessados informações de qualidade referentes as espécies da fauna do Rio Grande do Sul.