Quero-quero(Vanellus chilensis)

Foto: Fernando Flores [CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons

Grau de Ameaça: IUCN – LC.

Habitat: campos, chacos e pradarias, sendo animais extremamente generalistas, existindo também em ambientes litorâneos e urbanos;

Distribuição: possuem ampla área de distribuição, indo desde a América Central até o sul da América do Sul, expandindo-se recentemente para áreas florestais, como a Amazônia, Equador e o Peru devido ao avanço do desmatamento.

Hábito: Na época reprodutiva (julho à outubro) formam trios ou duplas para nidificação no solo. Fora desse período formam bandos de 5 a 10 indivíduos.

Características gerais: são aves de porte médio (entre 35-37 cm e aproximadamente 270 gramas) com padrão de plumagem nas cores preto, cinza e branco, além de possuir esporões ósseos no ângulo das asas. São conhecidos por seus comportamentos tipicamente agressivos e vocalização estridente característica, além da territorialidade marcada, principalmente na estação reprodutiva. Reproduzem-se entre julho e outubro, formando trios ou duplas reprodutivas que nidificam no solo, com os filhotes nascendo e crescendo durante a primavera, sob grande cuidado parental. Alimentam-se de pequenos invertebrados do solo.

Palavras-chave: Quero-quero; Tero-tero; Southern Lapwing; Vanellus chilensis; Família Charadriidae; Ordem Charadriiformes; Classe Aves.

Referências Bibliográficas:

Bencke, G. A.; Dias, R. A.; Bugoni, L.; Agne, C. E.; Fontana, C. S.; Maurício, G. N.; Machado, D. B. 2010. Revisão e atualização da lista das aves do Rio Grande do Sul, Brasil. Iheringia, Série Zoologia, 100 (4): 519-556.

BirdLife International 2016. Vanellus chilensis. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22694075A93437026. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-3.RLTS.T22694075A93437026.en. Downloaded on 26 July 2019.

DO BRASIL, Wikiaves-Enciclopédia das Aves. Disponível: http://www.wikiaves.com.br/wiki/quero-quero. Acesso em 20 de Julho de 2019;

RIO GRANDE DO SUL. 2014. Decreto Estadual n° 51.797, de 08 de setembro de 2014. Declara as Espécies da Fauna Silvestre Ameaçadas de Extinção do Rio Grande do Sul. Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

 

Autor: Henrique Delfino
Revisor: Filipe Ferreira

Este projeto procurará proporcionar a todos os cidadãos interessados informações de qualidade referentes as espécies da fauna do Rio Grande do Sul.